FIA muda regras para permitir bicos “esteticamente agradáveis” e reduz número máximo de motores para F1 2015

Insatisfeita com o aspecto estético dos bicos, a FIA, dentre as várias mudanças aprovadas pelo Conselho Mundial nesta quinta-feira, confirmou que as regras de 2015 visarão botar um fim à F1 gonza que vemos neste ano. Ainda, dias de testes serão reduzidos

O Conselho Mundial da FIA se reuniu nesta quinta-feira (26), em Munique, e aprovaram algumas mudanças referentes aos regulamentos técnico e esportivo da F1 para 2015. Destacam-se o fim dos bicos de gonzo, a redução do número de testes e do número de motores que poderão ser utilizados no próximo campeonato. E, claro, as relargadas paradas após as intervenções do carro de segurança.

Na nota divulgada após a reunião, a entidade disse que as alterações nas regras que especificam as dimensões do bico dos carros visam melhorar a segurança e o aspecto estético das peças. Também será obrigatório que os discos de freio girem na mesma velocidade das rodas.

Alguns bicos de gonzo se destacam na F1 2014 (Foto: McLaren)

No próximo Mundial, cada piloto poderá usar quatro motores para todas as corridas — cinco no caso de mais de 20 corridas serem realizadas. E uma troca completa de motor não implicará mais que o piloto largue dos boxes: ele poderá começar a prova da última posição do grid.

Testes também foram alvo de modificações: a pré-temporada terá três testes de quatro dias na Europa — duas baterias em 2016 — e duas baterias de dois dias durante a temporada. Trabalhos no túnel de vento ficarão limitados a 65 horas por semana, em vez das 80 atuais, e cada time poderá usar somente uma estrutura por ano. O uso do CFD (dinâmica de fluído computacional) foi reduzido de 30 Teraflops para 25 Teraflops.

Ainda foi confirmado que os cobertores térmicos continuarão sendo permitidos e que o toque de recolher ao qual as equipes são submetidas nos finais de semana de corridas vai ser estendido de seis para sete horas em 2015 e para oito horas em 2016.

Finalmente, os carros entrarão em regime de Parque Fechado no início do terceiro treino livre, não mais no início do treino classificatório. Isso deve fazer com que as atividades de pista de sexta-feira sejam mais movimentadas.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar