FIA vai conduzir investigação para esclarecer causas do acidente de Alonso em Barcelona, diz emissora

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) vai conduzir uma investigação para esclarecer as causas do acidente de Fernando Alonso em Barcelona. A informação é da emissora britânica BBC

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) decidiu abrir uma investigação abrangente sobre acidente sofrido por Fernando Alonso na pista de Barcelona, durante o último domingo (22), no dia final de testes da segunda bateria da pré-temporada da F1 em 2015. A informação é da emissora britânica BBC.

Durante o último dia de testes, Alonso escapou da pista na parte externa da curva 3 e perdeu tração ao passar por cima do chamado ‘Astroturf’, então ricocheteou para a direita e voltou para o asfalto antes de sair novamente do traçado e acertar lateralmente o muro interno.  

Fernando Alonso sofreu um acidente no último domingo (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

A intenção da entidade máxima do esporte a motor é apurar, compreender e esclarecer as causas da batida protagonizada pelo espanhol da McLaren. E evitar que um novo episódio aconteça no futuro.

Em comunicado publicado na segunda-feira, a esquadra inglesa assegurou categoricamente que não houve nenhuma falha mecânica no carro, apontou que o vento foi determinante no acidente e relatou que o impacto com o muro se deu de forma lateral. Ainda assim, restam dúvidas sobre as circunstâncias do acidente.

Por conta da batida, o bicampeão de 33 anos foi levado ao hospital de helicóptero e permaneceu internado por três dias. Alonso sofreu uma concussão, mas deixou o Hospital Geral da Catalunha na manhã desta quarta-feira (25). O espanhol não participa da semana de testes derradeira nesta semana e será substituído pelo reserva da McLaren, Kevin Magnussen.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube