Fórmula 1 anuncia maior número de infectados por covid-19 após nova rodada de testes

Novamente sem divulgar nomes, Fórmula 1 anuncia que sete pessoas testaram positivo em nova rodada de testes do novo coronavírus

A Fórmula 1 anunciou, na tarde desta sexta-feira (25) em que começou as atividades de pista em Sóchi, na Rússia, que realizou nova rodada de testes de Covid-19 nos últimos dias: entre 3.256 testados, sete resultados positivos foram flagrados. É mais uma etapa das medidas preventivas sanitárias do Mundial para tentar levar o campeonato de 2020 adiante.

Os testes foram realizados em parceria entre FIA e F1 e aconteceram entre os dias 18 e 24 de setembro, uma semana antes de ir à pista em Sóchi, nos moldes do que vem acontecendo em todas as etapas. O número de infectados, sete, é o maior até aqui nos testes pré-corrida.

Os testados foram pilotos, executivos e todos os membros das equipes e da organização que entram em contato com o dia a dia no paddock. Não há informações sobre os sete infectados, mas, como tem sido costume, foram isolados após os testes.

Neste rodada de testes, como em todas as outras, resultados de pessoas específicas não foram divulgados pela Fórmula 1.

Até agora, apenas um piloto testou positivo para o novo coronavírus durante o campeonato 2020: Sergio Pérez, que acabou sacado do cockpit da Racing Point para as etapas da Inglaterra e dos 70 Anos, ambas em Silverstone.

GRANDE PRÊMIO acompanha, AO VIVO e em TEMPO REAL, todas as atividades do GP da Rússia de Fórmula 1. Siga tudo aqui.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube