Fórmula 1 sem DRS vai dar certo? Entenda sistema de ultrapassagens para 2026

O novo regulamento da F1 para 2026 trouxe novidades, mas também deixou muita gente na dúvida por conta do fim do DRS. Luana Marino explica o que muda no recurso que auxilia pilotos nas ultrapassagens

A Fórmula 1 divulgou na véspera do GP do Canadá o aguardado regulamento dos carros para a temporada 2026. A expectativa era grande, já que os bólidos terão novas unidades de potência, com a parte elétrica ampliada, mas há alterações importantes também na aerodinâmica, que agora traz as duas asas móveis, e não apenas a traseira.

Isso significa que o DRS será abolido para ultrapassagens, já que o sistema de aerodinâmica ativa permite mudanças independentemente do setor e da distância entre os carros. Só que a F1 não vai ficar sem recurso para ajudar nas disputas por posições. Luana Marino analisa, confira.

Assista ao vídeo:

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente: Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.