Giovinazzi é punido por passar perto de guindaste durante safety-car, mas mantém 10º

Antonio Giovinazzi não respeitou instruções da direção de prova e passou perto demais de um guindaste e dos fiscais que recolhiam o carro de George Russell em período de safety-car. O italiano foi punido em 10s, mas não perdeu posição

Antonio Giovinazzi foi punido por um motivo inusitado no GP de Singapura deste domingo (22). O italiano passou perto demais de um guindaste que tirava o carro acidente de George Russell em um período de safety-car. Por conta criar uma situação considerada perigosa, o italiano recebeu o acréscimo de 10s ao tempo total de prova.
 
A punição não muda o resultado final de Giovinazzi, décimo. O italiano cruzou a linha de chegada com 18s de vantagem sobre Romain Grosejan, que continua computado em 11º.
 
“O diretor de provas instruiu todos os carros a ficar à direita do incidente da curva 8 por conta do guindaste e dos fiscais trabalhando no local”, explicou o comunicado da direção de prova. “Havia uma bandeira amarela dupla no local. Os comissários, mesmo aceitando a explicação do piloto de que estava indo devagar o suficiente e mantendo o tempo delta do safety-car, ele passou mais perto do guindaste e dos fiscais do que o considerado seguro tanto pelos fiscais quanto pelo diretor de provas”, seguiu.
A infração de Antonio Giovinazzi não mudou o resultado final (Foto: Alfa Romeo)

“Os comissários consideraram esta uma situação potencialmente perigosa, assim como um risco aos fiscais. Dessa forma, aplicam a punição de 10s”, apontou.

 
A Fórmula 1 se tornou mais cuidadosa com guindastes desde o GP do Japão de 2014, o do acidente fatal de Jules Bianchi. O francês perdeu controle sob chuva e bateu com força no veículo de resgate, vindo a morrer nove meses depois.
 
O décimo lugar representa o terceiro top-10 de Giovinazzi na F1. O italiano apostou em uma estratégia ousada, inclusive chegando a liderar o GP de Singapura ao retardar o pit-stop o máximo possível. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar