Giovinazzi ignora pressão para seguir na F1: “Minha carreira toda foi assim”

Antonio Giovinazzi garante que não está preocupado além da conta em manter o emprego na Alfa Romeo. O italiano assegurou que lida bem com uma pressão que conhece desde o kart

O momento é decisivo para o futuro de Antonio Giovinazzi na F1. O italiano ainda não está garantido para 2020 na Alfa Romeo e, mesmo com o apoio maciço da Ferrari, pode perder o lugar para Nico Hülkenberg, que é um nome cobiçado e está sem vaga após ser trocado por Esteban Ocon na Renault. No entanto, o jovem piloto garante que não está se sentindo pressionado.
 
Giovinazzi afirmou que passou por situações parecidas desde o início da carreira, ainda no kart. Para ele, é uma situação tranquila de lidar, sem se preocupar muito com futuro ou com fase. Com apenas 4 pontos, aliás, apenas as Williams fizeram menos que o italiano até aqui.
Antonio Giovinazzi confia que seguirá na Alfa Romeo (Foto: Alfa Romeo)

"Sempre foi assim para mim, brigando pela minha carreira, eu já não tinha orçamento para seguir no kart. Tive uma equipe pequena de kart que me apoiou, depois fui para os monopostos e recebi um patrocínio principal de um indonésio [pai de Sean Gelael] e muitos pilotos queriam meu lugar. Mas eu consegui lidar bem com a pressão e estou aqui. É o mesmo tipo de pressão, na F1 tudo pode mudar rapidamente de corrida para corrida. Em uma você é herói, na outra é uma merda, depois é herói de novo. Tudo muda muito rapidamente, em qualquer categoria é assim", comentou ao site norte-americano 'Motorsport.com.

 
O piloto falou da relação com a Ferrari, que o protege já desde as categorias de base. Giovinazzi agradeceu o suporte, mas reconheceu que precisa também fazer sua parte para seguir como companheiro de Kimi Räikkönen. Aliás, o novato tem batido o veterano com frequência após as férias, algo que deve ajudar em sua permanência.
 
"Tenho um relacionamento muito bom com o Mattia, acho que foi em Singapura que ele me disse que a Ferrari sempre vai me ajudar, acho isso ótimo. É fundamental para um piloto ter apoio, se sentir assim, então agradeço ao pessoal da Ferrari e da Alfa Romeo. Agora é a minha vez de fazer meu melhor trabalho e seguir aqui ano que vem", completou.

Paddockast #38
CORRIDAS POLÊMICAS DA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube