GP às 10: Fórmula 1 precisa ser honesta e dizer que tem de correr para não quebrar

No GP às 10 desta terça-feira (16), Américo Teixeira Jr. ressalta que, ainda que os números sobre a pandemia do novo coronavírus estejam numa condição melhor na Europa, isso não significa que o continente está livre da doença. Portanto, a Fórmula 1 precisa informar ao seu público que vai voltar aos trabalhos pura e simplesmente para não falir enquanto negócio

Américo Teixeira Jr. analisa os últimos dados a respeito da pandemia do novo coronavírus em três países centrais para a Fórmula 1 neste momento: Áustria — palco da abertura da temporada, marcada para 5 de julho —, Reino Unido e Itália, onde estão a maior parte dos funcionários ligados às fornecedoras e equipes do grid. O jornalista disse, no GP às 10 desta terça-feira, que a categoria não está voltando porque a Europa está livre do vírus, mas sim por questões econômicas e contratuais, mas precisa ser transparente para o público sobre isso.

Aproveite e siga o canal do GRANDE PRÊMIO no DailyMotion.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube