GP às 10: Massa aceita ordem de equipe na Malásia no momento em que Williams testa rivais. E erra

Felipe Massa aceitou uma inversão de posições no GP da Malásia em um momento em que também disputa a vaga na Williams. Talvez a passividade com quem enfrentou a situação possa ser encarada como um erro. Já a Williams acerta ao ir atrás de Robert Kubica. Esse é o assunto da edição da noite do GP às 10 desta terça-feira

Na edição desta noite de terça-feira (3), Evelyn Guimarães analisa a ordem de equipe dada pela Williams durante o GP da Malásia e o próprio comportamento de Felipe Massa, que, na sua visão, erra ao não contestar o time em um momento em que a esquadra inglesa está atrás de um substituto. Ainda, na opinião da jornalista, a mesma Williams acerta ao fazer um teste próprio com Robert Kubica para obter informações reais sobre as condições do polonês, que busca retornar ao grid da F1. 

O 'GP às 10' é a série que traz um comentário em vídeo dos jornalistas do GRANDE PRÊMIO e convidados especiais, (nem) sempre às 10h, do dia e da noite. 

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }


TORO ROSSO DEMOROU DEMAIS

REBAIXAMENTO SEGUIDO DE AFASTAMENTO DE KVYAT É TUDO, MENOS INJUSTO  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

Veja aqui todas as edições do 'GP às 10'.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube