GP de Las Vegas dá all-in e vence. Mas F1 ainda segue derrotada

Foi na sorte, mas o GP de Las Vegas proporcionou, sim, um belo espetáculo de corrida. Só que os acontecimentos do restante do fim de semana comprovam que a Fórmula 1 ainda se encontra em posição arrogante

O GP de Las Vegas, enquanto competição, surpreendeu ao entregar uma ótima corrida, com disputas até ao fim e fazendo com que Max Verstappen tivesse de suar para vencer. Mas ainda assim, houve problemas. O próprio Verstappen demorou a ser punido com uma ‘cócega’ de 5s ao embarrigar a curva após a largada e jogar Charles Leclerc para fora — a FIA segue com estas penas brandas, convidando os pilotos a praticarem erros.

De qualquer forma, a corrida em si mostrou que pode ser interessante no calendário por conta de suas características, mas o espetáculo do fim de semana acaba deixando a Fórmula 1 numa posição arrogante: da punição inexplicável a Carlos Sainz à expulsão do público na sexta-feira aos exageros na cafonice da promoção da corrida — com exceção à presença de Bruce Buffer, que brilhou ao chamar Sergio Pérez. Confira a análise de Victor Martins.

Relacionadas


▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.