GP de Miami aceita críticas sobre pista e diz que “fará as mudanças necessárias” para 2023

Tom Garfinkel, chefe do GP de Miami, disse que as críticas à pista do circuito não são boas e, por isso, não nega fazer mudanças para a prova de 2023

FÓRMULA 1 2022: VERSTAPPEN ATROPELA EM MIAMI. COMO FERRARI RESPONDE? | Paddock GP #286

O primeiro GP de Miami da história da Fórmula 1 aconteceu no último fim de semana e, apesar do grande evento ao redor do Hard Rock Stadium, alguns pilotos deram seus pitacos a respeito da quinta etapa do calendário. A pista, inclusive, foi a mais comentada.

Já nos primeiros treinos, na sexta-feira, foi possível ver o quão difícil era segurar o carro — em alta ou baixa velocidade — fora do traçado. Quase todos os pilotos cometeram erros, e alguns foram parar no muro, como Carlos Sainz e Valtteri Bottas. Além disso, outra questão abordada era sobre as ultrapassagens, já que foi preciso pegar a parte suja da pista para brigar por posições.

O chefe do GP de Miami, Tom Garfinkel, admitiu que não é bom realmente ter esse tipo de problema. Mas ele enfatiza o trabalho para buscar soluções junto a F1 e a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) para as corridas futuras.

“A superfície em si estamos avaliando. Queremos ter certeza de que acertaremos porque, obviamente, se eles não conseguirem sair da linha de corrida, não haverá tantas ultrapassagens, e isso não é bom”, disse ele.

▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Pilotos reclamaram bastante da pista de Miami (Foto: Mercedes)

“Não sou o designer da pista, mas a direção que eu queria era ter o máximo de ultrapassagens possível. Quando alguém é passado, eles são passados ​​de volta. Vamos dar uma boa olhada nisso e faremos as mudanças que precisarmos, se precisarmos, para tornar a pista o melhor possível”, acrescentou.

Garfinkel também declarou que podem mudar o circuito para 2023, caso necessário. Embora a pista tenha sido criada para desafiar os pilotos, ele entende que alguns trechos — como a chicane, por exemplo — podem não ter entregado aquilo que se era esperado.

“Estamos abertos a mudar o que for necessário para melhorar a pista. Não sei se comunicamos bem o porquê e onde existe [a chicane]. Foi um mal necessário, por assim dizer, tornar a pista grande o suficiente”, explicou.

“Acho que, conversando com algumas pessoas da F1 e da FIA, há uma oportunidade de talvez mudar um pouco isso para torná-la melhor”, encerrou.

FÓRMULA 1 2022: MAX VERSTAPPEN VENCE GP DE MIAMI DE F1 | Briefing
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar