Grosjean revela quebra de assento da Lotus em violento acidente no GP da Rússia: “Maior impacto em um bom tempo”

Romain Grosjean contou que uma das consequência do acidente em Sóchi foi a quebra do assento de seu carro, que sofreu uma série de outros danos. O diretor-técnico da equipe acreditava que, ao ficar muito perto de outro carro, o francês perdeu downforce e aderência, levando à batida

O acidente de Romain Grosjean no GP da Rússia teve consequências bem sérias para a Lotus E23. O bólido, apesar de aguentar bem o impacto, acabou com um assento danificado – suficiente para alertar o francês sobre a intensidade do acidente.
 
“Eu quebrei o assento. Foi meu maior impacto em um bom tempo, quando soube que ia bater eu tirei as mãos do volante, fechei meus olhos e me preparei. É um testemunho de toda segurança inerente ao carro, além de outros dispositivos. Quero agradecer meus mecânicos, que precisaram pegar os pedaços e reconstruir”, disse Grosjean.
Romain Grosjean bateu forte durante a primeira parte da corrida em Sóchi (Foto: AP)
As causas do acidente ainda não estão plenamente claras. Em um primeiro momento, imaginava-se que algo havia quebrado na Lotus, fazendo Grosjean perder o controle. Todavia, análises do diretor-técnico da esquadra, Nick Chester, apontam outra coisa.
 
“Não existe indicação na telemetria de que algo quebrou e causou o acidente. Não é fácil chegar a conclusões em qualquer investigação, mas parece que Romain estava muito próximo de uma McLaren e perdeu downforce, ficando sem aderência. São danos significativos, mas o carro aguentou bem o impacto”, explanou Chester.
 
A batida de Grosjean levou a uma longa intervenção do Safety-Car, já que as barreira de proteção de Sóchi precisavam de reparos. Quando a corrida recomeçou, Lewis Hamilton partiu para uma vitória tranquila.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube