Grupo dinamarquês se reúne com presidente da F1 e propõe corrida nas ruas de Copenhague a partir de 2020

O GP da Dinamarca deu um passo para se tornar realidade na última segunda-feira (26). Segundo o jornal dinamarquês 'BT', uma reunião entre idealizadores do projeto e Chase Carey, presidente da F1, tornou a corrida uma possibilidade real para a partir de 2020

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A Escandinávia na rota do Mundial de F1? Pode acontecer. A Dinamarca apresentou um projeto na última segunda-feira (26) ao presidente da F1, Chase Carey, para passar a sediar uma etapa do campeonato a partir da temporada de 2020. Os planos são para que a corrida aconteça num circuito de rua estabelecido na capital Copenhague.

 
A informação é do jornal dinamarquês 'BT'. Segundo a publicação, a reunião entre os representantes do GP da Dinamarca – liderados pelo emprsário Lars Seier Christensen – e Carey aconteceu em Londres. Após o encontro, os dinamarqueses receberam encorajamento para uma entrada no grid em 2020. Agora precisam atender uma lista de pré-requisitos da F1, algo que continuarão a fazer após as férias de verão do Mundial.

"Antes de tudo, é importante atingir vontade política e suporte do Liberty Media. Foi um encontro positivo em Londres, e agora eu vou passar os próximos seus meses sistematicamente me encontrando com investidores necessários", afirmou. Christensen.

 
De acordo com a o jornal, a possibilidade da corrida é "realista" e uma pista na cidade já está sendo estudada com a liderança do arquiteto-chefe da F1, Hermann Tilke. Christensen foi na mesma linha. "Tilke não teria problema para construir uma pista divertida no meio de Copenhague", garantiu.
Dinamarca (Foto: Chris Jackson/Getty Images)
A ideia do GP da Dinamarca é fruto de uma parceria público-privada e com participação do Ministério dos Negócios.

"Nós recebemos um pedido de investidor privado e estamos tendo um diálogo de longo prazo", informou o ministro da indústria Brian Mikkelsen. "Quando vamos a público com planos é porque estão se tornando mais e mais realistas. A F1 dará Copenhague a maior atenção, porque há bilhões de pessoas assistindo apenas pela TV", encerrou em entrevista ao 'BT'.

A última vez que a F1 passou pela região foi com o GP da Suécia de 1978, vencido por Niki Lauda, então piloto da Brabham.

POLÊMICA MOSTRA QUE VETTEL PISOU NA BOLA E HAMILTON FOI MALANDRO EM BAKU

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube