Haas mira 2020 “mais crítico” após 2019 em que “aprendemos a reagir”

Günther Steiner analisou a situação da Haas na Fórmula 1. Após um 2019 bastante difícil em que terminou em penúltima na classificação, o chefe da equipe norte-americana apontou erros, mas afirmou que os planos seguem os mesmos para 2020

A Haas não vive sua fase mais tranquila da Fórmula 1, mas isso não causa temores internamente. Günther Steiner, chefe da equipe, reconheceu que 2019 foi difícil, mas deixou claro que os planos seguem intocados para 2020.
 
O último campeonato foi o de pior campanha da escuderia norte-americana desde sua estreia na categoria, em 2016. Romain Grosjean e Kevin Magnussen conseguiram somar apenas 28 pontos, ficando à frente apenas da Williams, última colocada no Mundial de Equipes.
 
Apesar do cenário não tão favorável, o dirigente mostrou calma ao analisar os fatos e vê com certo otimismo a atual temporada. “No passado não tínhamos necessidade de aprender porque o carro era suficientemente bom”, apontou em entrevista ao ‘Soy Motor’.
Gunther Steiner (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

“Acredito que em 2019 aprendemos a reagir a certas coisas que podem acontecer”, continuou o dirigente.
 

“Esse ano foi muito duro porque tivemos boas classificações e corridas, mas não melhoramos. Aprendemos a ser mais cuidadosos e analíticos sobre o que fazemos e não apenas a pensar se algo preto no branco”, continuou.
 
“A ideia é ser mais crítico. Não negativo, pois ser pessimista não te ajuda, mas devemos ter um pensamento mais crítico. Na Espanha, por exemplo, o carro era estranho, mas estávamos rápidos, o que foi incomum”, emendou.
 
“Devemos ser humildes e trabalhar duro para descobrir esses detalhes. Não queremos cometer os mesmo erros. Os resultados de 2019 não mudaram nossos planos para 2020. De maneira nenhuma. Há sabemos quais serão nossos pontos fracos neste ano”, concluiu.
 

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube