Hamilton aponta Verstappen como futuro campeão da F1, mas avisa: “Vou fazer o que puder para impedir que ele vença”

Se depender de Lewis Hamilton, vai levar um bom tempo para Max Verstappen chegar ao topo da F1. Mas o próprio tetracampeão do mundo entende que o caminho do holandês à glória é inevitável: “Tem um enorme caminho pela frente”

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Pode-se dizer que Max Verstappen nem é mais promessa, mas sim uma realidade na F1. Com apenas 20 anos, o holandês já tem marcas de muito respeito ao longo de 60 GPs disputados, sendo o mais jovem a obter uma vitória no Mundial, com 18 anos, sete meses e 15 dias. Todo seu talento exibido desde quando foi o mais jovem da história a disputar uma prova, em 2015, faz com que Lewis Hamilton não tenha dúvidas: Max tem tudo para ser campeão mundial de F1.

 
“Ele definitivamente tem potencial para ser campeão mundial. Nós já vimos isso. É por isso que ele tem tantos seguidores. Todos nós já vimos como ele guia e o quanto de potencial ele tem como piloto. E tem um enorme caminho pela frente”, declarou o tetracampeão do mundo em entrevista coletiva acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO em Barcelona, palco dos testes de pré-temporada nas duas últimas semanas.
 
Ainda que tenha uma carreira bastante curta na F1, o piloto da Red Bull já venceu três corridas e logrou 11 pódios, o que são números relevantes em tempos de domínio da Mercedes e de ascensão da Ferrari no último campeonato.
Max Verstappen é apontado por Lewis Hamilton como futuro campeão do mundo (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Lewis vai além e entende que Verstappen está num patamar superior ao seu, mas com muita margem para evoluir. “Ele já tem no currículo boas temporadas. Nem tinha completado a minha primeira temporada na F1 com 21 anos, então ele já está à minha frente. Não só na minha, mas como de muitos outros pilotos”, salientou.
 
Hamilton, por exemplo, fez sua estreia na F1 no GP da Austrália de 2007, quando tinha 22 anos, dois meses e 11 dias, quase cinco anos mais velho do que Verstappen tinha quando este fez seu debute no Mundial.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Contudo, Hamilton é claro ao dizer que vai lutar para evitar que Verstappen seja campeão logo. É que Hamilton almeja continuar a ser o protagonista da F1 ainda por bons anos.

 
“Enquanto estiver aqui, vou fazer de tudo que puder para impedir que ele vença. Tenho certeza de que as pessoas não gostam disso, particularmente, mas é isso que temos de fazer aqui. Estamos aqui para brigar e estou ansioso para ter algumas batalhas positivas com ele. Espero que neste ano”, complementou.
ENQUANTO A MERCEDES RESPIRA CALMARIA

CONCORRÊNCIA MOSTRA ARES DE PREOCUPAÇÃO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube