Hamilton assume nervosismo no final da prova em Spa: “Não foi das mais fáceis”

Na Inglaterra, o pneu esquerdo dianteiro de Lewis Hamilton estourou no final, e ele venceu sem uma das rodas. Na Bélgica, pensou que o mesmo poderia acontecer

Para quem vê de fora, a vitória número 89 da carreira de Lewis Hamilton, conquistada neste domingo (30) no GP da Bélgica, foi tranquila – afinal, liderou de ponta a ponta. Mas para quem estava no carro #44 – ou seja, ele mesmo -, não foi bem assim.

Logo após comemorar mais um triunfo na temporada, o quinto, com mais uma homenagem ao ator Chadwick Boseman, protagonista de ‘Pantera Negra’ e que faleceu na última sexta-feira, Hamilton comentou sobre como temeu não conseguir levar a Mercedes até o fim.

Lewis Hamilton homenageia Chadwick Boseman ao vencer em Spa (Foto: Reprodução/F1)

De acordo com gráfico da Fórmula 1, o pneu dianteiro esquerdo de seu carro correu risco de não aguentar até a bandeirada. “Não foi uma corrida das mais fáceis. Escapei na curva 5 e também na última. Sofri um pouco, sim. Estava nervoso que aconteceria de novo o que aconteceu em Silverstone”, disse ele.

No caso, na Inglaterra, o mesmo pneu estourou no final da prova, e Hamilton venceu com apenas três rodas funcionais no carro.

“O problema são os pneus. Todo mundo faz só uma parada. E isso é chato. Ao final do dia, ficamos só gerindo os pneus, o que não é correr. Todos seguram para que os pneus não estourem, furem, sei lá. Não sabemos o que eles vão fazer”, seguiu.

Depois, comentou sobre a vantagem da Mercedes, que lhe permitiu mais uma vitória com boa vantagem sobre os rivais: “Não é o que todos querem ver, mas nós nos mantemos humildes, de cabeça baixa.”

“É uma mentalidade incrível em toda a equipe, e por isso continuamos aprendendo sobre o carro. Estou com 35 anos, indo para 36, mas me sinto melhor que nunca. Estou muito agradecido a este time e por todo o apoio”, finalizou.

Hamilton foi a 157 pontos, abrindo 47 de vantagem sobre Max Verstappen, o vice-líder. Valtteri Bottas é o terceiro, com 107.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube