Hamilton cobre “humano” Vettel de elogios: “Respeito mais que todos na Fórmula 1”

Lewis Hamilton afirmou que, em Sebastian Vettel, conheceu fora das pistas um grande ser humano por tudo que defende e representa

Lewis Hamilton e Sebastian Vettel venceram nove dos últimos dez campeonatos da Fórmula 1. São, sem sombra de dúvida, as duas figuras mais importantes de uma geração do esporte. E, aparentemente, são também amigos fora das pistas. Questionado sobre Vettel durante a quinta-feira (9) do GP da Estíria, cobriu o contemporâneo de elogios.

De acordo com o hexacampeão, o tempo juntos na Fórmula 1 já cria uma natural ligação entre os dois. Entretanto, após conhecer o Vettel de fora das pistas, viu o respeito aumentar vertiginosamente.

É bom lembrar que Vettel não apenas ajoelhou ao lado de Lewis na manifestação antirracismo no GP da Áustria como ainda estampou o movimento ‘Black Lives Matter’ – Vidas Pretas Importam – no capacete.

“Tenho muito respeito. Nós passamos por muitas coisas juntos, competindo um contra o outro, e eu pude conhecê-lo de um jeito diferente que apenas o piloto da outra garagem contra quem estou competindo”, afirmou em entrevista à rede de TV austríaca RTL.

“Conheci [Vettel] como ser humano e meu respeito por ele é provavelmente maior que por todos os outros aqui com relação ao ser humano que ele é, o homem que ele é e o que defende e representa”, elogiou.

Apesar dos longos períodos de domínio, os dois raramente foram rivais reais na briga pelo título. Ambos estrearam em 2007, mas, enquanto Lewis lutava e conquistava título com a McLaren, Vettel ainda guiava pela Toro Rosso. Quando Sebastian passou a dominar, com a Red Bull, Hamilton não tinha carro bom o bastante na rival inglesa. Em 2013, último ano do domínio de Vettel, pulou para a Mercedes. Dois campeonatos depois, dominado pelas Flechas Prateadas, foi Vettel quem deixou sua casa e partiu rumo à Ferrari.

Os dois duelaram mesmo pelo título nas temporadas 2017 e 2018, mas o grande momento de tensão foi a batida no GP do Azerbaijão de 2017. Na ocasião, Vettel acusou Hamilton de fazer o ‘brake test’ com ele durante intervenção do safety-car e bateu no rival propositalmente. Mas o momento ficou no passado, e os dois trocam elogios desde então.

Vettel deixará a Ferrari a partir do ano que vem, e a possibilidade de ver os dois juntos em Brackley chegou a ser ventilada, mas a Daimler, companhia-mãe da Mercedes, já negou os boatos e falou em renovar com Valtteri Bottas, além do próprio Hamilton.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Estíria, no fim de semana, em tempo real.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube