Hamilton e Vettel lamentam troca de logo da F1. E Bottas resume sentimento: “O que havia de errado com o antigo?”

O novo logotipo da F1, que será implementado pelo Liberty Media no início da próxima temporada, não agradou aos três pilotos que foram ao pódio em Abu Dhabi no último domingo (26). Sebastian Vettel, Lewis Hamilton e o vencedor Valtteri Bottas criticaram a novidade

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O trio que foi ao pódio em Abu Dhabi no último domingo (26) não gostou do novo logotipo da F1, que foi mostrado neste final de semana pela primeira vez pelo Liberty Media. Sebastian Vettel, Lewis Hamilton e o vencedor Valtteri Bottas não deram palavras de carinho à novidade quando questionados sobre o desenho que entrará em vigor a partir da próxima temporada da categoria.

Vermelho e preto, o logotipo substitui o criado em 1993. O Liberty Media sempre havia deixado claro, desde que tomou conta da organização da F1, que estava nos planos a mudança. E assim o fez nos Emirados.

Eis o novo logo da F1 (Foto: Reprodução)

Mas a modernidade parece não ter agradado a quem faz o espetáculo: os pilotos. Bottas, por exemplo, resumiu de forma simples o pensamento geral: "O que havia de errado com o antigo?", perguntou durante entrevista ainda em Yas Marina.

O tetracampeão Hamilton também não aprovou o novo desenho: "Creio que o que tínhamos era icônico. Imagina se a Ferrari ou a Mercedes mudam seus logos."

Por fim, Vettel também criticou a alteração: "Gostava mais do outro", disse, sem meias palavras.

O antigo F preto com 1 em branco e uma marca vermelha ao lado foi apresentado 24 anos atrás por Bernie Ecclestone, antigo chefão da categoria.

Jean Todt, presidente da FIA, fica ao lado do Liberty, porém. Para ele, se quem controla a F1 que mudar, tem todo o direito. "As pessoas deveriam ser positivas sobre a mudança. Quem cuida do Liberty Media já se provou talentoso. Eu confio em seu julgamento", afirmou.

“CHORAVA COMO UM BEBÊ”

FÉLIX DA COSTA REVELA TRISTEZA APÓS PERDER CHANCE NA F1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube