Hamilton elogia “fenomenal” Mercedes e presta tributo a Brawn após título de Construtores: “Ainda é parte disso”

Após a conquista do Mundial de Construtores, Lewis Hamilton avaliou que Ross Brawn ainda é parte do sucesso da Mercedes. Britânico classificou a equipe como “fenomenal” e disse que não esperava um domínio maior que o do ano passado

Lewis Hamilton prestou um tributo a Ross Brawn após a conquista do segundo Mundial de Construtores pela Mercedes durante do fim de semana do GP da Rússia. Apesar do domínio de Brackley na temporada, a conquista antecipada na disputa entre as fábricas só foi possível após Kimi Räikkönen receber uma punição de 30s, o que derrubou a segunda Ferrari do quinto para o oitavo posto.
 
Na visão do bicampeão da F1, Brawn, que deixou a escuderia em 2013, deu uma contribuição significativa para o sucesso do time.
Lewis Hamilton consegue a vitória de número 42 da carreira (Foto: AP)
“Quando falei com Ross alguns anos atrás, nunca imaginei que nós conquistaríamos títulos consecutivos”, contou. “Me lembro de sentar com Ross e ter uma sensação muito boa quando ele me contou os planos”, continuou.
 
“Preciso mandar uma mensagem para ele, pois, ainda hoje, enquanto somos bem sucedidos, Ross ainda é parte disso”, declarou. 
 
Além de colocar Brawn na lista de responsáveis pelo sucesso da Mercedes, Hamilton afirmou que não imaginava que a equipe pudesse ser tão dominante em 2015 quanto foi no ano anterior.
 
“Eu realmente não sabia que seríamos tão dominantes este ano quanto fomos no ano passado”, comentou. “Naturalmente, quando as regras são similares deveria ser a mesma coisa, mas depois de estar na McLaren e ver como as coisas aconteceram de um ano para o outro, isso mostra que qualquer coisa pode acontecer no esporte”, apontou. 
 
“Senti que os rapazes fariam um bom trabalho, só não sabia que seria assim tão bom”, frisou. “Eles fizeram um trabalho ainda melhor neste ano do que no ano passado, o que é simplesmente — e eu insisto nisso — fenomenal”, opinou.
 
 Praticamente fora da briga pelo título após abandonar o GP da Rússia, Nico Rosberg admitiu que não vê o triunfo no Mundial de Construtores com a mesma alegria do companheiro de equipe.
 
Questionado pela revista britânica ‘Autosport’ se sentia alguma satisfação com a vitória do time, Rosberg foi claro: “Não. Infelizmente, não. É só uma coisa estranha”.
 
“Vou sentir amanhã, quando ver que estamos celebrando com todo mundo, mas foi um dia estranho. Obviamente, estou bem ciente de que é um grande esforço do time. Todo mundo se jogou de coração”, ressaltou. “Ainda é muito especial ganhar entre os construtores e é por isso que todos estão trabalhando. É incrível fazer parte disso. Também sou campeão mundial, então isso é um pouco positivo”, completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube