Hamilton fala em dia positivo, vê “Rosberg muito rápido”, mas minimiza: “Não estou preocupado”

Nico Rosberg foi o senhor da sexta-feira em Spa-Francorchamps e deixou Lewis Hamilton para trás nas duas sessões de treinos livres do dia. Mas apesar do aparente domínio do alemão, o bicampeão do mundo procurou aparentar tranquilidade

Lewis Hamilton voltou das merecidas férias disposto a manter a boa fase da temporada para seguir pavimentando o caminho rumo ao tricampeonato mundial. Mas o que se viu nesta sexta-feira (21), abertura das atividades de pista do GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps, foi o domínio da outra Mercedes, a de Nico Rosberg, líder dos dois treinos livres do dia.

O britânico, por sua vez, fechou as duas sessões em segundo lugar. Mas apesar de reconhecer que seu companheiro de equipe estava bastante rápido em Spa-Francorchamps, Lewis procurou aparentar tranquilidade: “Não estou preocupado”, garantiu o piloto.

Hamilton procurou aparentar tranquilidade na volta aos trabalhos da Mercedes em Spa (Foto: Mercedes)

“No geral, foi um bom dia. Divertido, o clima estava bom, o que torna tudo melhor. Toda a pista estava fluindo naturalmente”, avaliou Lewis em entrevista coletiva logo após o segundo treino livre, na tarde desta sexta-feira em Spa-Francorchamps.

Ao comentar a boa forma de Rosberg, Hamilton reconheceu o bom trabalho do parceiro e disse que está focado em dar a volta por cima, mas deixou claro que não há motivos para se preocupar. “Nico estava muito rápido, então tenho trabalho a fazer hoje à noite. Sentar e tentar encontrar alguma melhora de tempo. Mas não estou preocupado", comentou.

O bicampeão também foi perguntado sobre o perigoso incidente envolvendo Rosberg no fim do treino. O pneu traseiro direito do alemão simplesmente explodiu enquanto passava por um trecho de alta velocidade próximo à curva Blanchimont. Questionado se teve algum indicativo de problema semelhante, Lewis negou.

O piloto comentou também a respeito das condições da pista ao ser indagado se o asfalto estava acarretando em uma pressão anormal dos pneus. “Não sei. Para ser honesto, é algo que em que eu não penso há algum tempo, então preciso ter confiança no carro e nos pneus, e que eu vou sair lá e acelerar. É uma questão de acertar o equilíbrio”, finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube