Hamilton fala em futuro aberto e revela que “estuda diferentes opções” para 2021

Lewis Hamilton ainda não tem contrato fechado para 2021, e revelou que analisará as opções disponíveis nos próximos meses. Pentacampeão mundial de Fórmula 1 voltou a elogiar Marc Márquez e demonstrou desejo de competir no motociclismo

Com oito provas restantes para o fim da temporada 2019 da Fórmula 1, Lewis Hamilton caminha para o sexto título mundial. São 65 pontos de vantagem para o vice-líder Valtteri Bottas, seu companheiro de equipe, em uma de suas melhores temporadas na categoria até aqui.
 
No estágio atual da carreira, superar Michael Schumacher como o maior vencedor da história da Fórmula 1 parece apenas questão de tempo para Hamilton, que ainda analisa suas opções para a temporada 2021, já que ainda não assinou novo vínculo com a Mercedes.
 
"Eu ainda tenho um ano e meio de contrato. É estranho, porque assinei o acordo atual recentemente, mas considerarei as opções nos próximos meses", declarou o pentacampeão em entrevista à ‘Sky Sports Itália’.
Lewis Hamilton (Foto: AFP)
Recentemente, Hamilton chegou a fazer desafios para Marc Márquez, multicampeão da MotoGP. O inglês voltou a falar sobre uma possível participação no mundo das motos, rasgou elogios ao espanhol e afirmou que gostaria de vê-lo pilotando sua Mercedes.
 
"Eu acompanho todas as corridas, e o time da Petronas está muito bem. Espero um dia ter condições de andar em motos. Desafiar o Marquez? Espero que sim. Sou um grande fã do Marc, é sensacional o que ele faz com a moto. Ele com carros? Acho que gostaria do meu", seguiu.
 
Em 12 anos de Fórmula 1, Hamilton enfrentou diversos nomes diferentes nas pistas, e elogiou a nova geração de jovens pilotos na categoria, citando que tentará conquistar títulos até onde pode, mesmo que não seja fácil conforme passe do seu auge.
 
"Desde que comecei a correr na Fórmula 1, sempre tive adversários duros. Tem anos que mudam, novos aparecem, com características diferentes, mas todos são ferozes e querem vencer. É bom ver o caminho dos meus rivais, sei os problemas que eles têm. É difícil se manter motivado com o passar dos anos. Vou tentar disputar títulos até onde der, mesmo que não seja fácil por muitos pilotos terem potencial de se tornarem campeões", concluiu.
 
O GP da Itália acontece no fim de semana dos dias 6, 7 e 8 de setembro, no Autódromo Internacional de Monza, na Itália, com cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube