Hamilton lidera sexta-feira de treinos livres na Itália. Norris é terceiro, e Ferrari reage

Lewis Hamilton completou os trabalhos em Monza com o melhor tempo do dia. O hexacampeão e líder do campeonato foi 0s262 mais rápido que Valtteri Bottas. Depois de enfrentar problemas, Lando Norris foi o terceiro com a McLaren, seguido por Pierre Gasly, da AlphaTauri. Desta vez, a Ferrari não foi tão mal assim na tabela de tempos

A Mercedes viveu mais um dia na sua doce rotina de domínio na Fórmula 1. Na tarde desta sexta-feira (4), em Monza, Lewis Hamilton foi o mais rápido do segundo treino livre do GP da Itália. Com 1min20s192, o hexacampeão do mundo superou o melhor colocado da sessão da manhã, seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, e fechou novo 1-2 da equipe de Brackley no templo da velocidade.

Depois de enfrentar problemas de potência, Lando Norris fez uma simulação de classificação nos minutos finais e colocou a McLaren em terceiro. Mas a grande surpresa da tarde foi a presença de Pierre Gasly, em quarto. O francês, que vem embalado pela grande performance alcançada no GP da Bélgica da semana passada, levou a AlphaTauri ao terceiro lugar da tabela de tempos, sendo o ‘melhor do resto’. A equipe italiana festeja neste fim de semana sua corrida 50 (considerando também o nome da antecessora, a Toro Rosso) em parceria com a Honda.

Max Verstappen, da Red Bull, foi o quinto e fechou o dia 1s036 mais lento que a Mercedes de Hamilton. E Carlos Sainz foi o sexto com a outra McLaren. Daniil Kvyat, com a segunda AlphaTauri no top-10, foi o sétimo, enquanto Lance Stroll, com a Racing Point, terminou uma posição atrás.

F1; FORMULA 1; GP DA ITALIA; MONZA; LEWIS HAMILTON; SEXTA-FEIRA
Lewis Hamilton sobrou na tarde desta sexta-feira em Monza (Foto: Mercedes)

A Ferrari, ao menos na tabela de tempos, foi um pouco melhor nesta tarde. Charles Leclerc conseguiu se colocar na nona posição, mas o monegasco reclamou da falta de equilíbrio de uma SF1000 “muito difícil de pilotar”. Já Sebastian Vettel, mesmo com o susto sofrido no fim do treino ao rodar na segunda ‘perna’ da curva Di Lesmo, foi o 12º. Muito melhor que a penúltima posição no treino da manhã. Sergio Pérez, da Racing Point, fechou o top-10.

A Fórmula 1 volta a acelerar em Monza na manhã deste sábado, a partir de 7h (de Brasília), enquanto o treino classificatório que vai definir o grid de largada está marcado para 10h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Saiba como foi o treino livre 2 do GP da Itália de F1

A novidade da tarde em Monza foi a presença de George Russell de volta ao seu cockpit depois de cedê-lo ao israelense Roy Nissany no primeiro treino livre. Com céu azul, o treino da tarde teve início com temperatura ambiente de 26ºC, enquanto no asfalto os termômetros marcavam 43ºC.

A atividade vespertina já começou com polêmica e reclamação, já que Romain Grosjean queixou-se da lentidão da Racing Point de Lance Stroll, que vinha à sua frente. Curiosamente, depois de 12 minutos de sessão, era justamente o canadense quem liderava a tabela de tempos com 1min22s556, marca feita com pneus médios e 0s250 mais rápido que Alexander Albon, que aparecia em segundo, mas com compostos duros.

Em seguida, porém, o anglo-tailandês assumiu a dianteira, mas só por alguns segundos, já que Pierre Gasly, em boa fase e que vem de um muito bom GP da Bélgica, subiu para P1 com 1min22s034, também com os pneus médios. Na sequência do seu stint, o francês melhorou para 1min21s578.

Quem disse que a Ferrari não apareceria entre os primeiros colocados? Foi com 20 minutos de treino, quando Charles Leclerc colocou seu carro #16 em terceiro na tabela, ficando só atrás de Gasly e da McLaren de Carlos Sainz. Mas o tempo do monegasco foi deletado porque o piloto excedeu os limites de pista na curva Parabólica.

F1; FÓRMULA 1; GP DA ITÁLIA; MONZA; SEXTA-FEIRA; ALPHATAURI; PIERRE GASLY;
Pierre Gasly chegou a liderar o treino livre 2 e fechou a tarde em quarto (Foto: Honda Racing)

Lewis Hamilton tratou de dar contornos de realidade ao treino da tarde ao cravar 1min21s085, deixando Gasly em segundo e Esteban Ocon em terceiro. Verstappen aparecia somente na sexta posição, enquanto Leclerc vinha só em 14º, uma posição à frente de Sebastian Vettel.

O hexacampeão melhorou para 1min20s645, com pneus médios, enquanto Valtteri Bottas, com compostos duros, estava 0s817, em segundo. Mas o finlandês se aproximou do tempo do companheiro de equipe ao reduzir a diferença para 0s287 na volta seguinte. Verstappen, na ordem natural das forças do grid, já era o terceiro, mas distante 0s830 da marca de Lewis.

F1; FÓRMULA 1; FERRARI; CHARLES LECLERC; MONZA; GP DA ITÁLIA; SEXTA-FEIRA;
Que fase! Leclerc chegou a se colocar no top-3 no começo do treino… Mas teve tempo deletado por exceder os limites da pista (Foto: Ferrari)

Depois de um período de silêncio na pista, os pilotos voltaram para, na sua maioria, usar os pneus macios. O primeiro a registrar tempo com os compostos vermelhos foi Carlos Sainz, que pulou para terceiro com marca 0s688 mais lenta que a de Hamilton.

Neste período, muitos pilotos deram um indício do que pode vir a ser a classificação neste sábado. Vários andaram próximos para tirar proveito do vácuo e registrar tempo na melhor volta do pneu.

Na sua primeira passagem com os pneus macios, Hamilton marcou 1min20s192, enquanto Bottas foi 0s262 mais lento que o britânico de 35 anos. Enquanto isso, mais pilotos seguiam tendo tempos deletados por exceder os limites da pista: casos de Alexander Albon e Vettel.

Congestionamento na reta oposta de Monza no treino livre desta tarde (Foto: Reprodução/TV)

Quem se destacava positivamente era a AlphaTauri. No fim de semana do seu 50ºGP (considerando o nome da Toro Rosso) ao lado da Honda, seus dois pilotos se colocavam entre os três primeiros. Gasly era o terceiro, 0s929 atrás de Hamilton, enquanto Kvyat, quarto melhor posicionado pela manhã, aparecia em sexto.

Desta vez, a Ferrari tinha um desempenho melhor em termos de volta. Leclerc era o oitavo melhor colocado e estava três posições à frente de Vettel. Quem tinha problemas (de potência no motor) era Lando Norris, que era o último colocado e não havia ainda registrado tempo com os pneus macios.

Enquanto Norris seguia nos boxes da McLaren para que os mecânicos pudessem resolver os problemas, os outros 19 pilotos aceleravam em Monza em simulações de corrida. Ao longo da sessão, Gasly se destacava também pela maior velocidade final, 344 km/h no fim da reta dos boxes. Enquanto isso, Hamilton não figurava nem entre os dez do speed trap. Uma amostra de que o conjunto da Mercedes, como um todo, nem precisava forçar para ser muito melhor que os outros do grid.

Norris conseguiu voltar à pista nos minutos finais e tirou o carro #4 da última posição. Em novo stint com os pneus médios, o prodígio britânico logo subiu para 14º. Pouco depois, Lando colocou pneus macios e, com boa performance e com a pista em melhores condições, colocou a McLaren #4 em terceiro, tirando Gasly do top-3 quase no apagar das luzes.

No fim das contas, Hamilton completou o 1-2 da Mercedes e terminou o dia como o mais rápido. A passos largos, o hexacampeão desponta como candidato não só à pole, mas também à vitória, no domingo. Se subir ao topo do pódio, vai ser seu 90º triunfo na Fórmula 1.

Já a Ferrari viveu um susto com Vettel nos minutos finais do treino depois que o alemão escapou na segunda ‘perna’ da curva Di Lesmo, voltando aos boxes em seguida. Mesmo assim, ao menos na tabela de tempos, a tarde não foi tão ruim. O alemão foi o 12º, enquanto Leclerc terminou o TL1 em nono. Mas o dono do carro #16 também reclamou de um carro “muito difícil de pilotar”.

Fórmula 1 2020, GP da Itália, Monza, treino livre 2:

1L HAMILTONMercedes1:20.192 32
2V BOTTASMercedes1:20.454+0.26229
3L NORRISMcLaren Renault1:21.089+0.89719
4P GASLYAlphaTauri Honda1:21.121+0.92925
5M VERSTAPPENRed Bull Honda1:21.228+1.03630
6C SAINZ JRMcLaren Renault1:21.313+1.12130
7D KVYATAlphaTauri Honda1:21.376+1.18435
8L STROLLRacing Point Mercedes1:21.389+1.19732
9C LECLERCFerrari1:21.503+1.31132
10S PÉREZRacing Point Mercedes1:21.594+1.40231
11E OCONRenault1:21.697+1.50532
12S VETTELFerrari1:21.733+1.54128
13A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari1:21.786+1.59432
14A ALBONRed Bull Honda1:21.883+1.69136
15D RICCIARDORenault1:22.080+1.88829
16K MAGNUSSENHaas Ferrari1:22.088+1.89632
17K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari1:22.147+1.95534
18R GROSJEANHaas Ferrari1:22.254+2.06234
19N LATIFIWilliams Mercedes1:22.825+2.63332
20G RUSSELLWilliams Mercedes1:22.927+2.73534
  Tempo 107%1:25.805+5.613 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube