Hamilton reclama de falta de barulho na F1 e exige mais emoção: “Não tem por que a F2 ter corridas melhores”

Lewis Hamilton usou seu poder de campeão mundial para criticar duramente a F1. O tetra quer motores mais barulhentos, pneus maiores e mais chances de ultrapassagem na pista. Para ele, kart e F2 estão mais emocionantes que a principal categoria do esporte

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Quando se é tetracampeão em qualquer categoria do mundo esportivo, é natural que o atleta ganhe mais liberdade em declarações. Até por que se torna bastante influente. E Lewis Hamilton sabe disso. O atual campeão mundial de F1 aproveitou uma cerimônia de premiação do automobilismo britânico para criticar duramente a categoria que dominou ao longo de 2017.

Para Hamilton, a F1 vem produzindo disputas menos emocionantes que a F2, categoria de acesso à principal do esporte a motor, e que isso não pode ocorrer.

"Não há motivo para que a GP2, ou F2, ou qualquer nome que tenha agora, seja mais barulhenta, soe melhor, tenha corridas mais emocionantes e pilotos próximos aos outros na pista", disse. Um exemplo claro e recente do que Hamilton menciona é a etapa final de Abu Dhabi, bastante criticada por seu marasmo. Diferente do que aconteceu na F1, a prova preliminar, da F2, foi marcada por boas disputas e uma pilotagem de gala de Charles Leclerc.

Lewis Hamilton (Foto: AFP)

Para o britânico, a F1 precisa de mudanças que a deixem mais "crua": "Do ponto de vista do piloto, você só quer correr de forma mais próxima ao seu rival, como no kart. Quero carros com mais barulho,  pneus maiores… Por que Jackie Stewart tinha pneus grandes e nós temos esses menores?", questionou.

"Os carros a partir de 2021 precisam ser mais 'crus'. Temos de mudar a F1 enquanto seguimos como a categoria mais rápida", seguiu Hamilton.

Para ele, o kart hoje é melhor de se correr que a própria F1: "Correr de kart é a melhor maneira de correr, porque os pilotos estão sempre próximo uns dos outros."

Por fim, o multicampeão mantém a esperança de que as mudanças são possíveis: "O Liberty Media trouxe algo novo esse ano, ainda que sigam aprendendo o que os fãs querem para o esporte", complementou.

FALTA DE HONESTIDADE

PERDA DE ETAPA DA FÓRMULA E É DESASTROSA PARA SÃO PAULO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube