Hamilton rejeita rumores sobre salário para seguir na Mercedes: “Parem de fazer merda”

Nesta semana, o jornal britânico Daily Mail noticiou que Lewis Hamilton quer £ 40 milhões (R$ 265 milhões) por temporada para renovar com a Mercedes. Mas o hexacampeão foi veemente ao afirmar que as negociações com Toto Wolff sequer começaram

Lewis Hamilton abriu o sábado (4) de treino classificatório do GP da Áustria irritado com a imprensa britânica. Nesta semana, o jornalista Jonathan McEvoy, do jornal Daily Mail, noticiou que o hexacampeão quer £ 40 milhões (ou R$ 265 milhões) por temporada para renovar contrato com a Mercedes. O atual vínculo vence ao fim deste ano.

Ainda segundo o periódico, Toto Wolff, chefe da equipe de Brackley, só está disposto a pagar metade do pedido por Hamilton para ampliar o vínculo por mais algumas temporadas.

Hamilton foi incisivo ao não somente negar a informação noticiada pelo jornal, mas também em garantir que sequer começou a negociar com a Mercedes sobre a renovação de contrato.

Ao falar sobre a renovação com a equipe chefiada por Toto Wolff, Hamilton diz que as negociações sequer começaram (Foto: Mercedes)

“Bom dia. A imprensa continua escrevendo sobre meu contrato, que estou fazendo exigências, mas sequer falei com Toto sobre isso”, escreveu nos stories da sua conta no Instagram nesta manhã.

“Não há exigências. A negociação sequer começou. Então, por favor, pare de fazer merda”, disparou o inglês de 35 anos.

Também nesta semana, Wolff foi questionado sobre as negociações com seus pilotos para a próxima temporada e disse que a definição sobre a dupla vai ser resolvida “quando for o momento certo”.

Naturalmente, o assunto ganha corpo, já que a Mercedes é a equipe que vem dominando a Fórmula 1 desde 2014 e tem, portanto, o cockpit mais cobiçado do grid.

Wolff disse que nada foi decidido porque “não nos vimos muito”, fazendo referência ao período de inatividade da Fórmula 1 por conta da pandemia do novo coronavírus. “Estamos em uma posição de confiança com os dois pilotos, e você poderia até dizer que na Fórmula 1 isso não significa muito, mas significa na nossa equipe”.

“Acho que vamos dar os próximos passos em breve, mas não quero me comprometer com o tempo porque não quero responder a perguntas em todo fim de semana de corrida sobre o motivo de os contratos não estarem feitos. Não há urgência. Todos nós queremos fazê-lo e, quando for o momento certo, vamos anunciar”, declarou o austríaco, que descartou a chance de contratar, por exemplo, Sebastian Vettel.

O terceiro treino livre está marcado para 7h (horário de Brasília) deste sábado, enquanto a classificação acontece às 10h. O GRANDE PRÊMIO transmite em tempo real todas as atividades do GP da Áustria de Fórmula 1.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube