Hamilton se diz surpreso com tática da Mercedes e admite “certa cautela” na briga com Verstappen

Lewis Hamilton admitiu que ficou surpreso com a escolha da Mercedes pelos pneus macios na parte final da corrida, quando tentava buscar a vitória. Ainda falando sobre as últimas voltas, o inglês também reconheceu que adotou uma postura mais cautelosa na disputa com Max Verstappen e Kimi Räikkönen

Lewis Hamilton buscava fechar o campeonato em Austin, neste domingo, na 18ª etapa da temporada 2018. Mas a perda da liderança para Kimi Räikkönen logo no início da corrida e um safety-car virtual – acionado por conta do abandono de Daniel Ricciardo – fizeram a Mercedes mudar ligeiramente a tática do inglês, que teve de parar duas vezes nos boxes, para tentar reverter a desvantagem e conquistar a vitória. Acontece que, na parte final, a equipe prata decidiu pelos compostos macios ao invés dos supermacios – mais velozes. Ao falar da corrida vencida pelo finlandês da Ferrari, o líder da tabela de classificação citou a decisão de seus estrategistas após o terceiro lugar.
 
“O pneu macio não esteve ótimo para nós hoje”, afirmou o piloto, em entrevista coletiva, em que o GRANDE PRÊMIO esteve também presente. “Na verdade, fiquei um pouco surpreso quando vi que colocamos os pneus macios no final, sabendo que Max (Verstappen) estava com os supermacios. Eu sabia disso. Quando você compete com alguém que tem uma pequena vantagem, então você sabe que tem um déficit. Eu esperava tirar essa diferença, mas, de novo, não foi possível com esse pneu, era pedir demais”, completou.
 
“Se a gente tivesse parado ao mesmo tempo que ele (Räikkönen) ou próximo ao momento que ele parou, provavelmente teríamos voltado atrás e teríamos brigado até o fim com os mesmos pneus. Mas isso é mais uma questão de ‘se, mas e quando’. No fim das contas, ele fez um trabalho melhor”, acrescentou Lewis.
Max Verstappen, Kimi Räikkönen e Lewis Hamilton no pódio em Austin (Foto: Beto Issa)

Hamilton também foi questionado se no momento em que estava chegando em Verstappen lhe passou pela cabeça deixar a disputa como estava, uma vez que ainda está na luta pelo campeonato. O inglês respondeu que apenas tentava a vitória, mas que levou em consideração a cautela e a sua posição na briga pelo título.

 
“Honestamente, eu estava tentando vencer a corrida, mas quando você olha esses dois caras, eles não estão na luta pelo título, então eu tive de ser muito, muito cuidadoso. Campeonatos não são conquistados com brigando ou cometendo pequenos erros. Mas é como eu disse, eu estava tentando ganhar a prova. Eu entrei assim naquela curva e dei espaço a ele (Verstappen) apenas para ter certeza que nada aconteceria”, explicou o #44, que a situação diferente a se a disputa fosse contra Sebastian Vettel.
 
“Se fosse eu e Seb, por exemplo, eu teria sido muito mais agressivo, especialmente se estivéssemos lutando pelo campeonato, mas não havia necessidade ali. A chave para mim era, ao menos, terminar à frente de Seb. Não importa a maneira que vença o campeonato, o importante é vencer”, encerrou.
GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ o GP do México de F1 neste fim de semana com a repórter Evelyn Guimarães.

E o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube