Hamilton sobra e completa na frente treino livre 2 do GP da Espanha. Grosjean fecha top-5

A Mercedes fechou a sexta-feira em Barcelona com novo 1-2, desta vez só com a ordem invertida: Lewis Hamilton foi o mais rápido da tarde, embora Valtteri Bottas tenha marcado o melhor tempo do dia. Destaque para Romain Grosjean, que foi novamente bem na Catalunha e terminou a sessão em quinto

A Mercedes dominou os trabalhos desta sexta-feira (14) em Barcelona. A performance soberana da manhã foi repetida no período da tarde para o treino livre 2 do GP da Espanha de Fórmula 1. A única diferença para a primeira sessão foi na ordem. Desta vez, Lewis Hamilton foi 0s287 mais rápido que Valtteri Bottas e fechou na frente a derradeira atividade de pista do dia ao anotar 1min16s883. No entanto, foi o finlandês que, ao registrar 1min16s785 pela manhã, terminou a sexta-feira como o mais rápido no circuito catalão.

O que serve de alento para a Mercedes é que os pneus, mesmo os mais macios, não apresentaram o mesmo grande desgaste que foi decisivo nos dois finais de semana em Silverstone. Entretanto, os compostos duros mostraram grande falta de aderência, situação reportada por Bottas e George Russell, por exemplo. Para a jornada em Barcelona, a Pirelli reservou sua gama mais dura de pneus com os C1, C2 e C3.

Tal qual pela manhã, Max Verstappen foi o terceiro mais rápido. O holandês colocou a Red Bull 0s821 atrás da Mercedes de Hamilton. Em contrapartida, Alexander Albon foi 0s7 mais lento que o companheiro de equipe e terminou a sessão só em 13º. Daniel Ricciardo, com a Renault, foi o quarto mais rápido da tarde. E destaque novamente para Romain Grosjean. O franco-suíço da Haas já havia andado muito bem pela manhã, período em que marcou o sexto tempo. No período vespertino, Grosjean foi ainda melhor e completou a sessão em quinto, sendo 0s014 mais rápido que a Ferrari de Charles Leclerc.

Carlos Sainz, com a McLaren, foi o sétimo, fechando à frente da Racing Point de Sergio Pérez, que registrou a maior velocidade final da tarde com 342 km/h no fim da reta dos boxes. A equipe de Silverstone foi bastante discreta nesta sexta-feira, com Lance Stroll fechando só em 11º. Esteban Ocon, com a outra Renault, completou em nono, enquanto Pierre Gasly, da AlphaTauri, foi o décimo. Sebastian Vettel desta vez foi quase 0s3 mais lento que Leclerc e terminou os trabalhos do dia em 12º.

F1; FÓRMULA 1; F1 2020; LEWIS HAMILTON; TL2 GP DA ESPANHA; BARCELONA; MERCEDES;
Lewis Hamilton sobrou na quente tarde desta sexta-feira em Barcelona (Foto: Reprodução)

A Fórmula 1 volta a acelerar na manhã deste sábado com o treino livre 3 a partir de 7h (de Brasília), e com a sessão classificatória, marcada para 10h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Saiba como foi o segundo treino livre do GP da Espanha de F1

O treino livre da tarde desta sexta-feira foi bastante quente, sobretudo na pista. Com 42ºC no asfalto e 30ºC de temperatura ambiente, os pilotos logo deixaram os boxes para mais 90 minutos de sessão. Na Williams, George Russell reassumiu o cockpit depois de ver o reserva Roy Nissany pilotar no período da manhã.

Charles Leclerc chegou a colocar a Ferrari por alguns segundos na liderança, mas a Mercedes tratou de mostrar quem é que manda na Fórmula 1. Lewis Hamilton cravou 1min17s970 com pneus médios e avançou para a liderança da sessão da tarde, sendo 1s080 mais rápido que o monegasco. No minuto seguinte, Valtteri Bottas completou a dobradinha da equipe de Brackley, mas com compostos duros para o finlandês.

Quem conseguiu encaixar boa volta também foi Daniel Ricciardo. O australiano, que terminou somente em 18º no treino livre 1, superou Leclerc, também com pneus médios, e colocou a Renault só atrás da dupla da Mercedes por algum tempo. Até que Max Verstappen tratou de posicionar sua Red Bull na tabela de tempos entre Hamilton e Bottas, ficando 0s427 atrás do hexacampeão.

F1; FÓRMULA 1; F1 2020; ROMAIN GROSJEAN; HAAS; TL2; GP DA ESPANHA;
Romain Grosjean voltou a andar bem com a Haas nesta tarde em Barcelona (Foto: Haas)

Em nova simulação de classificação, mas com os pneus macios, a Mercedes encaixou tempos arrasadores. Vencedor do GP dos 70 Anos, Bottas não teve dificuldades para anotar 1min17s170, exatamente 0s8 mais rápido que Hamilton.

Só que Lewis respondeu à altura para registrar 1min16s883, deixando Bottas para trás por 0s287. Em seguida, Romain Grosjean repetiu o que já havia feito no treino da manhã e surpreendeu ao colocar a Haas em terceiro após fazer suas primeiras voltas com os pneus macios. O franco-suíço era 1s250 mais lento que a melhor marca de Hamilton.

É verdade que a presença de Grosjean no top-3 não durou muito, uma vez que Ricciardo encaixou outra volta para se colocar atrás da dupla da Mercedes com a Renault. Mas a Haas indicou ter um carro que se adapta bem ao calor, condição climática que indica ser um desafio para outras equipes neste fim de semana. Leclerc vinha em quinto com a Ferrari, também com pneus macios e ligeiramente mais lento que Grosjean, que usa o mesmo motor.

Mas a realidade de momento da F1, com Hamilton em primeiro, Bottas em segundo e Verstappen em terceiro, se consolidou quando o holandês virou tempo 0s821 mais lento na comparação com o dono do carro #44, deixando assim Ricciardo em quarto e Grosjean fechando o top-5. Chamava a atenção que Alexander Albon era somente o 13º na tabela de tempos e 0s787 atrás de Verstappen com o mesmo tipo de pneu.

F1; FÓRMULA 1; GP DA ESPANHA; TL2; DANIIL KVYAT; NICHOLAS LATIFI;
Daniil Kvyat reclama de Nicholas Latifi no fim do TL2 (Foto: Reprodução)

Já na fase final da sessão, Daniil Kvyat reclamou de Nicholas Latifi e julgou ter sido atrapalhado pelo canadense: “Veja este maldito palhaço”, disparou o piloto russo.

Nas simulações de corrida, os pneus não mostraram nem de longe o desgaste apresentado em Silverstone. Entretanto, Bottas reclamou da falta de aderência dos compostos duros, assim como Russell.

Ao fim de 90 minutos de sessão, a Mercedes completou os trabalhos com a posição habitual ao longo de toda a temporada: liderança com direito a dobradinha em Barcelona.

Fórmula 1 2020, GP da Espanha, Barcelona, treino livre 2:

1L HAMILTONMercedes1:16.883 37
2V BOTTASMercedes1:17.170+0.28738
3M VERSTAPPENRed Bull Honda1:17.704+0.82133
4D RICCIARDORenault1:17.868+0.98534
5R GROSJEANHaas Ferrari1:18.133+1.25029
6C LECLERCFerrari1:18.147+1.26435
7C SAINZ JRMcLaren Renault1:18.214+1.33133
8S PÉREZRacing Point Mercedes1:18.293+1.41039
9E OCONRenault1:18.303+1.42040
10P GASLYAlphaTauri Honda1:18.312+1.42940
11L STROLLRacing Point Mercedes1:18.357+1.47439
12S VETTELFerrari1:18.404+1.52136
13A ALBONRed Bull Honda1:18.491+1.60835
14L NORRISMcLaren Renault1:18.506+1.62338
15D KVYATAlphaTauri Honda1:18.642+1.75939
16K MAGNUSSENHaas Ferrari1:18.761+1.87836
17K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari1:18.900+2.01742
18A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari1:18.964+2.08140
19N LATIFIWilliams Mercedes1:19.155+2.27232
20G RUSSELLWilliams Mercedes1:19.391+2.50838
  Tempo 107%1:22.265+5.382 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube