Hamilton vira jogo contra Vettel no sonolento anoitecer de Abu Dhabi e fecha na frente sexta-feira de treinos livres

Deu sono. Foram poucos os momentos de ação na última sexta-feira de treinos livres da temporada 2017. No fim das contas, Lewis Hamilton quebrou o recorde de Yas Marina e terminou a sexta-feira como o mais rápido, mas com a Ferrari de Sebastian Vettel e a Red Bull de Daniel Ricciardo bem próximas

A última sexta-feira (24) de treinos livres do Mundial de F1 em 2017 terminou com um belíssimo visual, com o crepúsculo e o anoitecer de Abu Dhabi, mas também com um treino sonolento e arrastado na faraônica pista de Yas Marina. Na tabela de tempos, Lewis Hamilton fez valer a lógica e o ótimo retrospecto da Mercedes no traçado árabe para virar o jogo contra Sebastian Vettel, líder da primeira sessão, e quebrou o recorde do circuito ao marcar 1min37s877 e fechar o dia como o mais rápido. Mas a Ferrari do alemão novamente esteve perto da ponta, enquanto a Red Bull repetiu o top-3 à noite, desta vez com Daniel Ricciardo, 0s3 atrás do britânico.

Aliás, Ricciardo protagonizou o único momento curioso do treino. Na primeira metade da sessão, o carismático australiano se sentiu prejudicado por Romain Grosjean no fim de uma volta rápida e mostrou ao franco-suíço o dedo do meio

Ferrari, Mercedes e Red Bull ocuparam as posições seguintes com Kimi Räikkönen, Valtteri Bottas e Max Verstappen, que desta vez não foi tão bem como no treino da manhã. Em seguida apareceram as Force India de Sergio Pérez e Esteban Ocon, sétimo e oitavo, respectivamente. Na apertada briga por uma vaga no top-10, Nico Hülkenberg e Fernando Alonso levaram a melhor sobre Felipe Massa. Na sua última sexta-feira de treinos como piloto de F1, o brasileiro ficou em 11º.

A F1 retoma seus trabalhos em Yas Marina neste sábado. O terceiro treino livre está marcado para 8h (horário de Brasília), enquanto o treino classificatório acontece às 11h. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todas as atividades de pista do GP de Abu Dhabi de F1 por meio do novo livetiming e gráfico virtual.

Lewis Hamilton marcou o novo recorde de Yas Marina na noite desta sexta-feira (Foto: Reprodução/Twitter)

Saiba como foi o segundo treino livre do GP de Abu Dhabi

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

No entardecer de Abu Dhabi, Fernando Alonso foi o primeiro dos pilotos a deixar a pista para o segundo treino livre. Mas o bicampeão só completou uma volta de instalação e regressou aos boxes da McLaren. O primeiro a marcar volta rápida foi Kevin Magnussen, seguido pelo companheiro de Haas, Romain Grosjean.

A sessão foi bem movimentada desde o começo. Afinal, o treino aconteceu no mesmo horário, clima e ambiente da classificação, no sábado, e também da corrida. Portanto, era o cenário ideal para que pilotos e equipes fizessem as mais variadas simulações em Yas Marina.

Com poucos minutos de treino, Hamilton ocupava a ponta ao marcar 1min39s720, 0s188 à frente de Kimi Räikkönen, segundo lugar, e Valtteri Bottas. Os três tinham seus melhores tempos com pneus supermacios, enquanto Stoffel Vandoorne, que aparecia em quarto, tinha feito sua marca com os ultramacios. Na sequência, Hamilton era o primeiro piloto do fim de semana a andar abaixo de 1min39s.

Rodada de Stoffel Vandoorne no começo do TL2 em Yas Marina (Foto: Reprodução/F1)

Ainda na primeira meia hora de sessão, Vandoorne rodava na penúltima curva do circuito e via seu carro apagar. Mas depois de reiniciar o sistema, o belga conseguiu voltar e regressou aos boxes.

Bottas era o primeiro dentre os pilotos das principais equipes do grid a calçar pneus ultramacios. E logo o finlandês assumiu a ponta provisória do treino. Era o começo do trabalho dedicado a avaliação do ritmo em classificação, que teve Hamilton como novo recordista da pista ao marcar sua volta em 1min37s877, quebrando o recorde que era dele próprio, registrado na McLaren em 2011. Vettel aparecia logo atrás, em segundo, enquanto Räikkönen também superava o segundo piloto da Mercedes.

Ricciardo vinha em quinto e registrava volta apenas 0s009 mais lenta que a de Bottas. O australiano se sentiu prejudicado pelo carro de Romain Grosjean, que estava à sua frente, e mostrou o dedo do meio, em imagens captadas pela transmissão oficial da F1. Verstappen completava a lista dos seis primeiros com os seis carros das equipes de ponta do grid.

Em noite de Felipe Vizeu, Daniel Ricciardo se irritou com Romain Grosjean e lhe mostrou o dedo do meio em Abu Dhabi (Foto: Reprodução/TV)

Em seguida, Ricciardo melhorou sua marca para se colocar em terceiro, 0s303 atrás do líder. No começo da segunda metade do treino, as equipes dedicaram o tempo restante para a avaliação em ritmo de corrida, com stints mais longos, sobretudo com os pneus ultramacios no começo e, depois, com os supermacios, os dois compostos que vão ser usados na corrida.

Aí a sessão tornou-se bem mais sonolenta aos olhos do público, uma vez que não houve nenhuma grande mudança na tabela de tempos. Hamilton, Vettel, Ricciardo mantiveram Mercedes, Ferrari e Red Bull bem próximas, como foi no treino da tarde, com Räikkönen, Bottas e Verstappen um pouco mais lentos. A Force India confirmava na pista ser a quarta força em Abu Dhabi com Sergio Pérez e Esteban Ocon em sétimo e oitavo, respectivamente. Na briga acirrada por um lugar no top-10, Nico Hülkenberg e Fernando Alonso superavam Felipe Massa, 11º.

#GALERIA(8242)

F1 2017, GP de Abu Dhabi, Yas Marina, segundo treino livre:

 
1   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:37.877   39
2   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari 1:38.026 +0.149 37
3   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer 1:38.180 +0.303 34
4   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari 1:38.352 +0.475 35
5   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes 1:38.537 +0.660 33
6   33 Max VERSTAPPEN HOL Red Bull Tag Heuer 1:38.894 +1.017 34
7   11 Sergio PÉREZ MEX Force India Mercedes 1:39.323 +1.446 33
8   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes 1:39.333 +1.456 36
9   27 Nico HÜLKENBERG ALE Renault 1:39.529 +1.652 41
10   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Honda 1:39.559 +1.682 28
11   19 Felipe MASSA BRA Williams Mercedes 1:39.635 +1.758 36
12   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Honda 1:39.671 +1.794 31
13   55 Carlos SAINZ JR ESP Renault 1:40.201 +2.324 38
14   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes 1:40.329 +2.452 30
15   10 Pierre GASLY FRA Toro Rosso Renault 1:40.694 +2.817 39
16   20 Kevin MAGNUSSEN DIN Haas Ferrari 1:41.128 +3.251 31
17   94 Pascal WEHRLEIN ALE Sauber Ferrari 1:41.270 +3.393 43
18   9 Marcus ERICSSON SUE Sauber Ferrari 1:41.302 +3.425 40
19   28 Brendon HARTLEY NZL Toro Rosso Renault 1:41.496 +3.619 39
20   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari 1:41.560 +3.683 12
          Tempo 107% 1:44.728 +6.851  
                 
Recorde Lewis HAMILTON ING McLaren Mercedes 1:38.434 12/11/2011  
Melhor volta Sebastian VETTEL ALE Red Bull Renault 1:40.279 01/11/2009  

“CHORAVA COMO UM BEBÊ”

FÉLIX DA COSTA REVELA TRISTEZA APÓS PERDER CHANCE NA F1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube