Honda gasta sete fichas de desenvolvimento e atualiza motor, mas dupla da McLaren escapa de punição

Segundo informa a revista britânica ‘Autosport’, a Honda decidiu gastar sete das suas dez fichas de desenvolvimento disponíveis para melhorar o motor a partir deste fim de semana de GP da Bélgica, buscando evoluir também visando o GP da Itália, em Monza. Tanto em Spa-Francorchamps como o circuito italiano exigem demais da potência do motor. Mas Fernando Alonso e Jenson Button não vão sofrer punições do grid

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Em busca de melhor performance nos GPs de Bélgica e Itália, que vão acontecer em um espaço de apenas uma semana, a Honda decidiu gastar sete das suas dez fichas de desenvolvimento disponíveis para evoluir o motor de combustão interna (ICE) e também o sistema de turbo a partir deste fim de semana em Spa-Francorchamps. A informação foi publicada nesta quinta-feira (25) pela revista britânica ‘Autosport’.

Nesta semana, Fernando Alonso elogiou o trabalho que a Honda vem fazendo em termos de desenvolvimento do motor e disse que a fábrica mudou "da noite para o dia" em comparação com 2015.

 
A maior parte das fichas de desenvolvimento usadas pela Honda nesta nova fase de atualizações compreende uma melhora no motor de combustão interna, com dois ‘tokens’ sendo gastos para a melhora da eficiência do turbo. No entanto, Jenson Button e Alonso não vão sofrer qualquer tipo de punição em Spa-Francorchamps, uma vez que os pilotos vão usar o quinto motor de combustão interna e também o quinto turbo, entrando no limite determinado pelo regulamento. 
Jenson Button e Fernando Alonso não vão sofrer punições após a Honda atualizar motor (Foto: Getty Images)
A punição com perda de dez posições no grid de largada só acontece quando um sexto elemento que faz parte da unidade de potência é utilizado.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Embora a Honda tenha a expectativa de que não haja um grande ganho em termos de tempos de volta, a montadora japonesa acredita em uma melhora na performance, mas os trabalhos estão sendo feitos já visando a temporada 2017, de modo que o desenvolvimento já vem sendo feito nos últimos meses. Da mesma forma, a publicação diz que a Mobil desenvolveu um novo combustível para casar com a atualização do motor a partir deste fim de semana na Bélgica.

 
A fábrica de Sakura, que tem a chefia de Yusuke Hasegawa para o projeto da F1, ainda pretende fazer uma última atualização neste ano para gastar as três fichas de desenvolvimento que ainda restam, mas ainda não há uma data programada.
PADDOCK GP #43 DEBATE INDY E MOTOGP E FAZ PRÉVIA DA F1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube