Honda planeja entregar nova atualização do motor a Alonso e Vandoorne durante fim de semana do GP da Áustria

A chamada ‘especificação 3’ do motor Honda deve equipar os carros de Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne a partir da nona etapa da temporada. E isso deve, inevitavelmente, acarretar em mais uma série de punições para a dupla da McLaren no Red Bull Ring

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O fim de semana do GP do Azerbaijão marcou um sem número de punições a Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne, que tiveram de largar na última fila em Baku por conta de várias trocas de componentes do motor. Na sexta-feira, Alonso chegou a testar peças da nova atualização da unidade motriz da Honda. Mas a intenção da fábrica de Sakura é colocar na pista, e para os dois pilotos da McLaren, a chamada ‘especificação 3’, a terceira versão completamente atualizada do motor, a partir do fim de semana do GP da Áustria, entre 7 e 9 de julho, no Red Bull Ring.

 
“Nós vamos continuar nosso desenvolvimento com nossos melhores esforços para continuar reduzindo a diferença”, afirmou Yusuke Hasegawa, chefe do projeto da Honda para a F1. O déficit de potência, destacado por Alonso como de 80 cv, resultou em grande diferença de performance aos pilotos da McLaren nesta temporada, e isso se refletiu muito em Baku, justamente por conta do trecho de aceleração total de 2,2 km do circuito azeri.
Sob pressão, a Honda de Yusuke Hasegawa vai entregar um novo motor à McLaren na Áustria (Foto: XPB Images)
A melhor volta de Alonso em Baku foi feita no giro 49 da prova: 1min45s168. A diferença para a marca estabelecida por Sebastian Vettel, na volta 47, foi de 1s727. O melhor tempo de Stoffel Vandoorne foi 3s207 mais lento em relação ao piloto da Ferrari. Mesmo com tamanha diferença, Alonso conseguiu chegar ao fim da corrida insana no Azerbaijão e somou seus primeiros pontos no ano ao terminar em nono lugar.
 
A atualização providenciada pela Honda deve, inevitavelmente, acarretar em mais uma série de punições a Vandoorne e Alonso no Red Bull Ring, um circuito de média-alta velocidade e que também exige muito da potência do motor.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Os primeiros pontos somados pela McLaren em 2017 não animam a cúpula da equipe. “Matematicamente, é bom para a equipe ter alguns resultados. Mas não estou sorrindo, não estou empolgado. Não é por esse motivo pelo qual estou correndo. E, especialmente, muito menos a McLaren”, comentou o diretor de corridas Éric Boullier.

 
A atualização do motor Honda vai amenizar um pouco a insatisfação da McLaren. Vandoorne lamentou a falta de potência da unidade motriz neste último fim de semana. “Nós estávamos mais rápidos que as Sauber, mas não podíamos fazer nada contra eles nas retas. Acho que, com o déficit de potência que nós temos, a equipe mereceu os primeiros pontos depois de um período bem difícil para nós”, comentou o belga em entrevista à emissora RTBF.
 
“Mas ainda há muito trabalho a ser feito. Nós ainda estamos muito atrás”, acrescentou o dono do carro #2 da McLaren.
NOVA DERROTA EM 2017 MOSTRA QUE TOYOTA E LE MANS SÃO COMO ‘ÁGUA E ÓLEO’

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube