Impressionado com telemetria do carro de 2017, chefe da Mercedes espera ganho “de muitos segundos” com novas regras

Toto Wolff, o diretor-executivo da Mercedes, se disse impressionado pela telemetria vista no simulador do carro de 2017 da Mercedes, já dotado dos novas regras da F1. Segundo Wolff, um carro com muito mais velocidade de curva e bem mais complicado de guiar

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A Mercedes tem no próximo final de semana, em Abu Dhabi, a disputa final entre seus dois pilotos para decidir o Campeonato Mundial de 2016. Mas enquanto o foco de Nico Rosberg e Lewis Hamilton está nas próximas horas, a equipe pensa em 2017 e no novo pacote de regras que estreia. Para o diretor-executivo, Toto Wolff, os novos carros são bastante impressionantes.

 
O aumentado downforce, uma das marcas do novo pacote de regulamentações, faz com que a velocidade dos carros nas curvas aumente muito. Wolff afirmou que a telemetria retirada do simulador dos novos carros confirma a expectativa e ainda cravou: será bem mais complicado que os pilotos consigam guiar os carros. Mas lamentou que provavelmente isso não se torne perceptível ao público.
 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
"É difícil determinar exatamente o ganho por volta, mas dá para dizer que serão muitos segundos, porque a telemetria é muito impressionante. A velocidade de curva será bem maior, tornando os carros mais difíceis de guiar e com um aumento da força G. É só uma pena que isso vá passar despercebido na TV, não vai dar para sentir. Ultrapassar talvez seja mais difícil com o ar atrás do carro agindo como um fator de instabilidade", disse.

Chefão da Mercedes, Toto Wolff (Foto: Getty Images)
Depois, perguntado se as mudanças o fazem se preocupar que a Mercedes pode perder a vantagem que tem na F1 desde a última grande mudança de regras, realizada para a temporada 2014, Wolff filosofou. O risco, segundo o austríaco, é o que o motiva mais.
 
"Em todas as corridas eu me preocupo com nosso desempenho, que talvez não seja o bastante. Mas, do outro lado, tenho fé total na habilidade do nosso time de assumir esse desafio. O risco é o que me motiva a sair da cama de manhã. Não saber se nosso trabalho será o bastante é animador e nos dá motivação para trabalhar num ambiente onde tudo está sob controle", seguiu.
 
O GP de Abu Dhabi, que encerra a temporada da F1, terá acompanhamento AO VIVO e EM TEMPO REAL do GRANDE PRÊMIO.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube