Impressionado pela Ferrari, Button aposta no progresso da McLaren, mas admite: “Vai ser um longo e difícil inverno”

Jenson Button avaliou que a evolução apresentada pela Ferrari em 2015 é um exemplo do que a McLaren pode conseguir no próximo ano. Britânico reconheceu, entretanto, que o time de Woking tem muito trabalho pela frente

A McLaren viveu uma temporada para lá de difícil em 2015, mas nem por isso Jenson Button perdeu a esperança no time. Na visão do britânico, o progresso feito pela Ferrari no inverno passado é uma evidência de que a escuderia de Woking pode dar a volta por cima na temporada 2016.
 
No primeiro ano dos motores V6 turbo, a Ferrari teve uma campanha difícil, conquistando dois pódios — com Fernando Alonso na China (terceiro) e na Hungria (segundo) —, mas tudo mudou em 2015, quando o time de Maranello foi o único a quebrar o domínio da Mercedes, com Sebastian Vettel alcançando o topo do pódio em três oportunidades.
Jenson Button acredita que a McLaren pode aparecer bem mais forte em 2016 (Foto: Getty Images)
A McLaren, por outro lado, não cumpriu as expectativas, apesar da empolgação inicial com a reunião com a Honda. Com Alonso e Button, o time inglês somou apenas 27 pontos no Mundial de Construtores, 676 a menos que a campeã Mercedes.
 
 “Foi ótimo vê-los aumentar o ritmo”, disse Button. “Ouvi rumores de que eles encontraram uma centena de cavalos de potência ao longo do inverno. Não sei se isso é verdade ou não”, continuou.
 
“Mas se encontraram, foi incrível. E eles enfrentaram a Mercedes em muitas ocasiões. Foi bom de ver”, comentou. “Obviamente, nós precisamos dar passos ainda maiores se quisermos atingir isso, mas isso pode ser feito ao longo do inverno”, avaliou.
 
Além disso, Jenson refutou as insinuações de que a maneira de trabalhar da Honda seria um empecilho para o trabalho que precisa ser feito ao longo do inverno.
 
“Acho que sempre tem problemas dos dois lados, mas eu não acho que a Honda leve a culpa por tudo, não acho mesmo”, afirmou. “Nós tivemos muitos problemas neste ano. Nós temos de resolvê-los o mais rápido possível, porque a próxima temporada não está tão longe”, frisou.
 
“Vai ser um longo e difícil inverno para nós, mas também será empolgante, já que tem muita coisa a caminho”, concluiu.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

PADDOCK GP EDIÇÃO #11: ASSISTA JÁ

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube