Kvyat prevê semelhança na pilotagem entre carro de 2013 e novo STR9: “Diferente, mas não muito”

Confiante como sempre, jovem russo, que andou com o carro do ano passado durante as sextas-feiras dos GPs dos EUA e do Brasil, afirmou não esperar grandes mudanças na maneira de conduzir o STR9, lançado nesta segunda-feira (27) em Jerez de La Frontera


Daniil Kvyat (Foto: Toro Rosso)

Daniil Kvyat está confiante para sua estreia na F1. Dono de personalidade forte, o jovem russo, que participou de atividades com a Toro Rosso ao longo de 2013, disse não esperar tanta diferença no estilo de pilotagem entre os carros do ano passado e o STR9, lançado nesta segunda-feira (27) em Jerez de La Frontera, na Espanha.
 
"Algumas coisas vão mudar na pilotagem. Acho que vai ser diferente, mas não muito, para ser honesto. Eu não acredito que vai ser algo do tipo 'uau, isso é uma grande mudança'", afirmou o piloto durante o evento de lançamento do carro da filial da Red Bull.
 
Em seguida, explicou seu raciocínio. "No fim, você tem que pilotar rápido para entender onde há mais aderência nas curvas e assim por diante."

"O foco será tentar descobrir a melhor linha para otimizar as diferentes fases de uma curva. Isso não vai mudar, mas ainda não sei exatamente o que esperar, porque ainda não pilotei o carro de verdade. É um desafio muito grande para todos", prosseguiu. "Para ser honesto, aprendi a gostar disso e realmente gosto deste novo desafio."

 
"Todos os que construíram este carro fizeram um trabalho fantástico para entregá-lo pronto para este teste, sei o quão duro eles trabalharam. Vi de perto o processo de construção, então foi algo muito grande, com muitas pessoas envolvidas. Agora começa a parte de pilotar, que é o que eu mais gosto, é claro", encerrou o animado Kvyat.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube