Norris supera Leclerc e lidera primeiro dia de testes coletivos da F1 em Barcelona

O primeiro dia de testes coletivos de pré-temporada da F1 terminou com a liderança de Lando Norris e da McLaren em Barcelona

AS 10 VEZES QUE A FIA INTERFERIU (E MUITO) NAS CORRIDAS DA FÓRMULA 1

O primeiro dia se foi. A Fórmula 1 voltou à pista com oito horas de atividades de pista nesta quarta-feira (23) ao abrir os testes coletivos de pré-temporada. O primeiro dia foi voltado muito mais para entender os novos carros e o comportamento em situação de longos períodos de pista, algo que nenhuma equipe fizera com os novos carros até então. O mais rápido do dia foi Lando Norris, com o MCL36 da McLaren.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Mesmo com carros inteiramente novos em praticamente todos os aspectos em relação à temporada 2021, o dia foi limpo no que dez respeito a problemas mais sérios. Nenhuma bandeira vermelha incomodou a sessão e não houve defeitos dramáticos. Pelo menos que as equipes tenham admitido: a Alfa Romeo deu somente quatro voltas pela manhã, mas culpou “um componente muito pequeno que precisou ser trocado” e tomou tempo, mas não algo grave.

Norris cravou 1min19s568 quando colocou os pneus C4, o segundo mais macio – ninguém utilizou o C5 durante o dia – e superou Charles Leclerc. O detalhe é que a volta voadora do inglês veio já na última hora da atividade do dia, mas Leclerc sequer andou na sessão vespertina: mantinha a dianteira com a volta da manhã.

Os testes continuam na quinta-feira, a partir das 5h (de Brasília), para o segundo dia em Barcelona e mais oito horas divididas em dois turnos – 5h às 9h e 10h às 14h.

O GRANDE PRÊMIO cobre in loco a primeira semana de testes da Fórmula 1 no Circuito de Barcelona-Catalunha com Eric Calduch. Além disso, o GP acompanha tudo AO VIVO e EM TEMPO REAL.

Lando Norris acelerou bastante pela McLaren (Foto: McLaren)

Confira como foi a tarde de testes da F1:

Diferente do que aconteceu pela manhã, quando sete das dez equipes se apressaram para ganhar a pista nos primeiros minutos, a sessão da tarde teve um princípio bem mais lento. Max Verstappen foi o primeiro a sair ao traçado com o RB18, mas já com quase 15 minutos de bandeira verdade. Logo em seguida, Valtteri Bottas assumiu o carro da Alfa Romeo pela primeira vez.

Durante os primeiros 30 minutos, a pista foi praticamente dos dois e com longas simulações de corrida. Depois disso, enquanto Verstappen calçava novos pneus C1, Lewis Hamilton estreava na pista pela pré-temporada – e com o jogo de pneus C3. Rapidamente, o heptacampeão se mostrou o mais rápido na pista. O sarrafo era baixo, porém. Hamilton andava com 1min23s5, enquanto todos os outros simulavam corrida com pneus mais duros. Os tempos ainda não se aproximavam aos da manhã.

A Ferrari resolveu colocar pneus C4 no carro de Carlos Sainz para uma sequência de voltas. O espanhol foi melhorando o tempo para 1min22s666 e 1min22s516, pulando para a sétima colocação do dia. A sessão vespertina seguia sem grandes voltas, entretanto: mesmo Sainz ficou apenas com o sétimo posto geral. Lance Stroll e Yuki Tsunoda seguiam na pista por longos trechos, mas com pneus C2 e em ritmo de corrida.

Nicholas Latifi andou só de manhã, mas vale registrar a parafinada Williams (Foto: AFP)

Hamilton entrou no top-5 do dia logo no começo da segunda hora, enquanto Verstappen colocava os pneus C3. Os minutos iniciais da segunda hora ofereceu o primeiro aumento verdadeiro de tráfego na pista ao longo da tarde. Alpine e Williams, com Fernando Alonso e Alexander Albon, ainda seguiam sem voltas rápidas e demorou mais ou menos até a marca de 90 minutos para entrarem no relógio. Foi aí também que Ferrari, Mercedes e Red Bull passaram da marca centenária de voltas.

O dia continuava sem bandeiras vermelhas ou grandes problemas por parte das equipes, algo impressionante tendo em vista os carros completamente diferentes aos do ano passado. Após duas horas, o líder ainda era Charles Leclerc, que sequer fora à pista durante a tarde. Verstappen, por sua vez, era de longe quem mais tinha quilometragem acumulada. Sozinho, passava das 100. Mercedes e Ferrari dividiram os turnos entre os pilotos, então a divisão era bem seccionada.

Se as voltas não mudavam tanto, Verstappen e Sainz fizeram um pique-pega durante algumas voltas. Um resquício de corrida para as poucas testemunhas que puderam acompanhar. Hamilton chegou a começar uma volta voadora, mas desistiu.

Lewis Hamilton no carro prateado da Mercedes (Foto: Mercedes)

Assim, após três horas, Leclerc ainda liderava e Sainz também colocava uma Ferrari no segundo lugar. Norris, Russell, Hamilton, Vettel, Tsunoda, Verstappen, Bottas e Albon completavam o top-10. O nome de Valtteri era mais surpreendente, visto que a Alfa Romeo teve uma manhã problemática e dera somente 24 giros somando os dois turnos.

A Mercedes trocou a suspensão dianteira, ajustou e mandou de volta à pista para os últimos minutos, mas não foi de lá quem veio a próxima volta voadora. Com pouco mais de 30 minutos no relógio, Norris brilhou e baixou da casa de 1min19s, superando o tempo de Leclerc na parte da manhã. Um pouco depois, voltaria a melhorar a volta: 1min19s568.

O piloto da McLaren liderou e teve Leclerc, Sainz, Russell, Hamilton, Vettel, Tsunoda, Alonso, Verstappen e Bottas no top-10. Quem mais andou foi Verstappen, que se aproximou da marca de 150 voltas – Alonso, com mais de 120, ficou em segundo.

Fórmula 1 2022, Pré-temporada, Barcelona, Dia 1:

1L NORRISMcLaren Mercedes1:19.568
2C LECLERCFerrari1:20.165+0.597
3C SAINZFerrari1:20.416+0.848
4G RUSSELLMercedes1:20.784+1.216
5L HAMILTONMercedes1:20.929+1.361
6S VETTELAston Martin Mercedes1:21.276+1.708
7Y TSUNODAAlphaTauri1:21.638+2.070
8F ALONSOAlpine1:21.746+2.178
9M VERSTAPPENRed Bull 1:22.246+2.678
10V BOTTASAlfa Romeo Ferrari1:22.572+3.004
11A ALBONWilliams Mercedes1:22.760+3.192
12M SCHUMACHERHaas Ferrari1:22.962+3.394
13L STROLLAston Martin Mercedes1:23.327+3.759
14N LATIFIWilliams Mercedes1:23.379+3.811
16N MAZEPINHaas Ferrari1:24.505+4.937
17R KUBICAAlfa Romeo Ferrari1:25.509+5.941
O QUE ESPERAR DE HAMILTON NA FÓRMULA 1 2022?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar