Lauda sai em defesa e diz que Hamilton não se sentiu pressão por críticas da imprensa após polêmicas em Suzuka

Presidente não-executivo da Mercedes, Niki Lauda saiu em defesa de Lewis Hamilton e disse que o piloto não sentiu a pressão após ter sido severamente criticado pela imprensa europeia, após as polêmicas vividas durante o fim de semana do GP do Japão

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Depois de Nico Rosberg, agora foi a vez de Niki Lauda sair em defesa de Lewis Hamilton. O presidente não-executivo da Mercedes garantiu que o inglês não está sob pressão e nem respondendo mal às críticas que vem sendo alvo na imprensa, depois de se envolver em polêmicas nas redes sociais, durante o fim de semana do GP do Japão.

 
A mídia europeia, especialmente a inglesa, condenou o comportamento do tricampeão durante a coletiva de quinta-feira, quando Lewis lançou mão do 'Snapchat'. Parte dos jornalistas achou a atitude do piloto desrespeitosa. 
 
No dia seguinte, o britânico chegou a se desculpar pela postura, mas alfinetou seus críticos e se mostrou irritado. Já no domingo, Hamilton usou o Twitter para criticar "um idiota" que informou sobre o protesto da Mercedes com relação à defesa de posição de Max Verstappen durante a parte final da corrida. Lewis apagou o post em seguida, mas deixou claro que não concordava com a queixa da equipe alemã.
Lewis Hamilton se mostrou impaciente com a imprensa em Suzuka (Foto: Mercedes)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Falando sobre o comportamento de Hamilton, Lauda disse não ver nada grave. "Lewis não está sentindo nenhuma pressão vinda imprensa ou de qualquer outro lugar", afirmou o austríaco em declaração ao site americano 'Motorsport.com'.

 
"Às vezes, você não quer falar, o que está bem para mim. Às vezes, você fala demais. Por isso, acho que é totalmente normal. Mesmo os jornalistas não gostam de falar todos os dias. Acho que podemos resolver isso tudo. Não estou realmente preocupado", completou.
 
"Nós ganhamos o campeonato, que é a coisa mais importante e que supera tudo isso, toda essa conversa fiada", acrescentou o tricampeão.
 
Lauda, então, reservou palavras para o título antecipado conquistado pela Mercedes em Suzuka, o terceiro entre os construtores. "Estou muito feliz, especialmente com as pessoas em Brixworth e Brackley, porque são as pessoas que realmente ganharam esse campeonato, não eu. Nós fizemos um trabalho perfeito novamente. Nico Também foi perfeito, mas Lewis cometeu um erro no início, e isso lhe custou o segundo lugar. Mas essas coisas acontecem."

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar