F1

Leclerc supera Vettel e lidera 1-2 da Ferrari no primeiro treino livre no Bahrein. 3º, Bottas fica quase 1s atrás

A Ferrari foi muito superior à Mercedes na abertura dos trabalhos de pista em Sakhir. Nesta tarde de sexta-feira (29), Charles Leclerc foi o mais rápido, com Sebastian Vettel ficando 0s263 atrás. Valtteri Bottas superou Lewis Hamilton, mas foi quase 1s mais lento que o monegasco. Max Verstappen foi o quinto com a Red Bull

Grande Prêmio / FERNANDO SILVA, de Sumaré
A Ferrari começou o fim de semana do GP do Bahrein disposta a deixar para trás a má performance na Austrália. Nesta tarde de sexta-feira (29), a escuderia de Maranello foi muito superior à Mercedes em termos de tempos de volta e fez 1-2 no primeiro treino livre em Sakhir. Charles Leclerc foi o mais rápido ao registrar 1min30s354 na sua melhor volta, superando o tetracampeão Sebastian Vettel em 0s263. Valtteri Bottas, quase duas semanas depois da contundente vitória em Melbourne, foi o melhor carro prateado, finalizando a sessão em terceiro. Contudo, chama a atenção a diferença em relação a Leclerc: 0s974.

Lewis Hamilton finalizou a tarde na quarta colocação e ficou ainda mais distante do tempo da Ferrari do monegasco: 1s247. E a Red Bull confirmou a lógica de colocar seus dois carros em quinto e sexto com Max Verstappen e Pierre Gasly, respectivamente, fechando o grid da chamada 'F1 A'. O 'melhor do resto' foi Carlos Sainz, que acelera de motor novo neste fim de semana no Bahrein. O piloto da McLaren ficou a 1s598 do tempo de Leclerc, uma considerável boa marca na comparação com os pilotos logo à frente.
Charles Leclerc superou até Sebastian Vettel e foi o mais rápido do TL1 no Bahrein (Foto: Sky Sports/Twitter)
Nico Hülkenberg, da Renault, foi o oitavo, seguido pela Toro Rosso de Daniil Kvyat. E Kimi Räikkönen fechou a lista dos dez primeiros com o carro da Alfa Romeo, sendo 0s016 mais rápido que Daniel Ricciardo, 11º lugar.

O segundo treino livre do GP do Bahrein está marcado para logo mais, 12h (horário de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do fim de semana AO VIVO e em TEMPO REAL. Siga tudo aqui.

Saiba como foi o primeiro treino livre do GP do Bahrein


Às 14h locais (8h de Brasília), Antonio Giovinazzi foi o primeiro piloto a deixar o pit-lane rumo à pista de Sakhir para abrir a sessão nesta tarde barenita, em clima muito distinto do que vai ser tanto a sessão classificatória do sábado como também a corrida no domingo. No princípio, os trabalhos das equipes foram todos concentrados nas voltas de instalação, como de praxe.

Enquanto os carros voltavam aos boxes para as primeiras checagens de informações, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) confirmava a troca de praticamente todos os componentes de motor da McLaren #55 de Carlos Sainz: motor de combustão interna (ICE), turbo, MGU-K e MGU-H.

Pouco depois, Max Verstappen foi o primeiro a abrir volta rápida, e já usando pneus macios. Com 20 minutos de sessão, o holandês cravou 1min33s085 com o carro da Red Bull, empurrado pelo motor Honda. Em seguida, era a vez de Sainz acelerar em Sakhir, com pneus duros, puxando o restante do pelotão para a pista. Já a Mercedes mandou seus pilotos à pista para o primeiro stint com pneus médios, enquanto a Ferrari foi com os macios.

Enquanto Verstappen reduzia o melhor tempo para 1min32s950, Hamilton colocava a Mercedes em segundo com 1min33s355. Em seguida, porém, Bottas mostrou querer dar sequência à grande fase com uma grande volta: 1min32s340, subindo para a primeira posição. Pouco depois, Vettel cravou 1min32s580, mas com os macios, e Charles Leclerc ficou bem perto de Bottas, só 0s024 atrás. E Stroll cometia um erro e escapava na saída da curva 4, chegando a bater de leve no muro, mas sem maiores consequências.
Lance Stroll roda no primeiro treino livre do GP do Bahrein (Foto: Reprodução)
A posição de Bottas na liderança não durou muito. Com pneus mais rápidos, a Ferrari teve trabalho, mas conseguiu se colocar na frente com Vettel, que marcou 1min32s299, 0s041 mais rápido que o finlandês da Mercedes. Assim, não demorou para que os dois carros de Maranello chegassem à casa de 1min31s. Vettel se manteve na ponta com 1min31s747, 0s137 à frente de Leclerc, com Bottas caindo para terceiro.

Com 40 minutos de sessão, a Ferrari liderava com Vettel e Leclerc, e a Mercedes vinha logo atrás com Bottas à frente de Hamilton. Verstappen aparecia em quinto, seguido pela Renault de Daniel Ricciardo. A boa surpresa era Alexander Albon, novato da Toro Rosso, na sétima colocação, à frente de Nico Hülkenberg, Kevin Magnussen e Daniil Kvyat.

Após um breve silêncio em Sakhir, os carros voltaram à pista para a segunda parte do treino. A Red Bull voltou com pneus macios para Max Verstappen e Pierre Gasly. Os taurinos fizeram boas voltas, com Max se colocando na frente com 1min31s673 e Gasly subindo para terceiro na sessão.
Valtteri Bottas ficou quase 1s atrás da Ferrari de Leclerc nesta tarde no Bahrein (Foto: Sky Sports/Twitter)
Então foi a vez de a Mercedes mandar pela primeira vez seus carros para a pista com os pneus macios. Sem dificuldades, Bottas cravou 1min31s328 para retomar a liderança da sessão. Na sequência, Hamilton caminhava para fazer uma volta melhor que a do nórdico, com a melhor passagem no segundo setor, mas cometeu um erro na última curva e perdeu tempo, passando 0s273 atrás. 

Aí veio a Ferrari com Vettel e Leclerc usando os pneus macios. Seb, que aparecia em quarto na tabela de tempos, trucidou a marca de Bottas ao anotar 1min30s617, 0s7 mais rápido que o piloto da Mercedes. Mas Leclerc veio ainda melhor, com parcial nos dois primeiros setores e 1min30s354 como melhor volta, 0s263 mais rápido que Vettel. Ferrari na frente, Mercedes e Red Bull logo atrás nas seis primeiras posições e Carlos Sainz aparecendo como o melhor do resto com a McLaren.

Sem maiores surpresas, a Williams se posicionou nas duas últimas posições, com George Russell e Robert Kubica andando muito próximos em termos de tempos de volta. No fim, todas as equipes focaram em long-runs, testando os diferentes tipos de pneus em condições de corrida.

Já nos minutos finais, Hülkenberg e Antonio Giovinazzi se tocaram, com o alemão esbravejando contra o piloto da Alfa Romeo. Mas, no fim das contas, riu por último Charles Leclerc, o grande protagonista da tarde em Sakhir.

F1 2019, GP do Bahrein, Sakhir, treino livre 1:

1 C LECLERC Ferrari 1:30.354   20
2 S VETTEL Ferrari 1:30.617 +0.263 21
3 V BOTTAS Mercedes 1:31.328 +0.974 26
4 L HAMILTON Mercedes 1:31.601 +1.247 23
5 M VERSTAPPEN Red Bull Honda 1:31.673 +1.319 21
6 P GASLY Red Bull Honda 1:31.815 +1.461 17
7 C SAINZ JR McLaren Renault 1:31.952 +1.598 28
8 N HÜLKENBERG Renault 1:32.040 +1.686 17
9 D KVYAT Toro Rosso Honda 1:32.339 +1.985 24
10 K RÄIKKÖNEN Alfa Romeo Ferrari 1:32.385 +2.031 23
11 D RICCIARDO Renault 1:32.401 +2.047 19
12 K MAGNUSSEN Haas Ferrari 1:32.602 +2.248 21
13 A ALBON Toro Rosso Honda 1:32.874 +2.520 24
14 S PÉREZ Racing Point Mercedes 1:32.885 +2.531 20
15 L NORRIS McLaren Renault 1:32.945 +2.591 29
16 A GIOVINAZZI Alfa Romeo Ferrari 1:32.949 +2.595 22
17 R GROSJEAN Haas Ferrari 1:32.994 +2.640 22
18 L STROLL Racing Point Mercedes 1:33.518 +3.164 16
19 G RUSSELL Williams Mercedes 1:34.188 +3.834 26
20 R KUBICA Williams Mercedes 1:34.253 +3.899 27
    Tempo 107% 1:36.679 +6.325