Hamilton define título em 2021 como “pedir demais”, mas se diz motivado

Lewis Hamilton não está convicto de que será capaz de incomodar Max Verstappen até o fim do ano na briga pelo octa. Ainda assim, o britânico diz que a ameaça é “empolgante”

CORRIDA DE CLASSIFICAÇÃO NA F1: É CORRIDA OU TREINO? FLAVIO GOMES EXPLICA

Lewis Hamilton ainda acredita em título na Fórmula 1 em 2021, mas já não parece botar tanta fé assim. Precisando urgentemente de uma reação contra Max Verstappen, dono de quatro vitórias nos últimos cinco GPs, o heptacampeão diz que o octa pode ser “pedir demais”.

“[Ser campeão] é meu sonho, é para isso que eu trabalho”, disse Hamilton, entrevistado pela BBC. “Eu estou muito motivado, mas talvez seja pedir demais. O desempenho deles está um pouco fora do nosso alcance, mas estamos trabalhando pesado para recuperar terreno”, seguiu.

Hamilton começou a temporada bem, vencendo três das primeiras quatro corridas. Só que a Mercedes vai perdendo a corrida de desenvolvimento contra a Red Bull, que se tornou a equipe a ser batida. São 32 pontos de vantagem para Verstappen no Mundial de Pilotos.

Lewis Hamilton reflete sobre a briga pelo título (Foto: AFP)

A situação soa frustrante para Hamilton, que tenta virar o primeiro octacampeão da história da F1 em 2021. Mesmo que haja o risco real de derrota para Verstappen, o veterano não transparece irritação.

“Quando um desafio se apresenta, eu mato no peito. Nunca fugi de uma briga. Quando comecei essa temporada e vi o desafio que tínhamos em mãos, eu pensei ‘bora lá, eu amo isso’. Está sendo empolgante”, apontou.

Hamilton tem uma nova chance de reação no GP da Inglaterra, corrida para a qual a Mercedes traz atualizações. O piloto tem histórico invejável em Silverstone, onde já venceu sete vezes. A corrida acontece neste domingo, dia 18.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar