Hamilton se preocupa com ritmo de classificação e vê perigo no tráfego em Jedá

Lewis Hamilton liderou os dois treinos livres da sexta-feira em Jedá, mas saiu incomodado com o ritmo em volta rápida. Mais ainda, o inglês demonstrou preocupação com "zonas de perigo" causadas pelo tráfego na velocíssima e estreita pista saudita

Lewis Hamilton apareceu na frente nos dois treinos livres da sexta-feira (3) de Fórmula 1 na nova pista de Jedá, na Arábia Saudita, mas isso não significou muita coisa para o heptacampeão. Hamilton saiu desconfiando do ritmo da Mercedes em voltas rápidas e preocupado com os riscos de acidentes em determinados pontos da pista.

O piloto da Mercedes deixou claro que aderência não tem sido uma questão na pista, mas que isso não resolve tudo. É que, pelo quão estreito e rápido traçado é, determinadas curvas se tornam extremamente perigosas no tráfego, especialmente projetando a classificação deste sábado.

“É uma pista rápida, incrivelmente rápida. Mas também com bastante aderência. Se você encaixa o ritmo, a pista fica boa. De fato, o tráfego é muito pior do que na maior parte do calendário, uma coisa meio Mônaco. A aproximação, em alta velocidade, com carros mais lentos, realmente vira uma zona de perigo”, disse.

LEWIS HAMILTON; ARÁBIA SAUDITA;; GP DA ARÁBIA SAUDITA; JEDÁ;
Lewis Hamilton pegou muito tráfego em simulação de volta rápida em Jedá (Foto: Reprodução)

Para Hamilton, Mercedes e Red Bull estão parelhas em relação ao ritmo de corrida, ainda que a sexta-feira tenha mostrado uma dificuldade do time dominante da F1 em se adequar à volta rápida.

“O ritmo em stint longo tem sido parecido com o deles [Red Bull], mas bom. Tentamos algumas coisas no acerto do carro, mas não diria que estamos muito rápidos em volta rápida. Em stints longos, nosso ritmo não parece ruim comparado aos outros. Os médios e duros funcionaram bem, mas deu para ver como Max foi rápido no TL1, mas não melhorava de macios. O macio talvez seja muito macio para as curvas de alta velocidade. Parece que o pneu cai um pouco de rendimento”, seguiu.

Hamilton prometeu invadir a noite de Jedá atrás do melhor acerto do carro com o time e deixou claro: pode melhorar bem para amanhã, em uma pole que tende a ser crucial para a definição do campeonato.

“Vamos seguir trabalhando noite adentro para tentarmos o melhor acerto possível para amanhã. Não estamos em situação ruim, mas eles [Red Bull] são bem rápidos em volta rápida, no geral”, completou.

Fórmula 1 volta a acelerar em Jedá neste sábado. O treino livre 3 acontece às 11h (de Brasília, GMT-3), enquanto a classificação está marcada para 14h, sempre com transmissão ao vivo da emissora por assinatura BandSports e do serviço de streaming F1 TV Pro. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todas as atividades de pista do GP da Arábia Saudita de Fórmula 1Siga tudo aqui.

LEIA TAMBÉM
+Como Verstappen e Mercedes podem conquistar título da F1 na Arábia Saudita
+ANÁLISE: Arábia Saudita se mostra imune às regras da F1 com pista muxibenta e código de vestuário

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar