Hamilton se solidariza com Naomi Osaka e diz que saúde mental é tema “real e sério”

Após Naomi Osaka anunciar o abandono do torneio de Roland Garros, Lewis Hamilton e outros esportistas publicaram mensagem de soliedariedade à tenista e enfatizaram a importância do cuidado com a saúde mental

A tenista japonesa Naomi Osaka tomou as manchetes esportivas na última segunda-feira (31) ao anunciar a desistência do torneio de Roland Garros. A atleta foi defendida pelo heptacampeão mundial Lewis Hamilton, que utilizou as redes sociais para chamar atenção sobre as questões de saúde mental no esporte.

Naomi anunciou a desistência da competição citando problemas de depressão e ansiedade, com os quais lida desde 2018. A decisão foi tomada após receber uma multa de US$ 15 mil (cerca de R$ 78 mil) por não comparecer a coletiva de imprensa obrigatória após a vitória contra a romena Patricia Maria Tig, na primeira rodada.

“Nós somos apenas seres humanos. Saúde mental não é brincadeira, isso é real e sério. É preciso muita coragem para lidar com isso. Vamos garantir que Naomi Osaka saiba que não está sozinha. Hoje é um bom dia para verificar como seus amigos e pessoas queridas estão, e falar que eles não estão sozinhos. Um simples texto pode ajudar”, escreveu o heptacampeão.

Antes do início de Roland Garros, Osaka já havia anunciado que não concederia entrevistas durante o torneio, em quadra ou em coletivas, e que arcaria com as multas. A organização da competição chegou a ameaçá-la de desclassificação. Na carta em que divulgou a desistência, Naomi revelou que sofre com problemas desde o US Open de 2018, quando foi vaiada durante boa parte da final contra Serena Williams.

“A verdade é que eu tenho sofrido longos períodos de depressão desde o US Open de 2018 e eu tive muita dificuldade em lidar com isso. Todos que me conhecem sabem que sou introvertida, e todos que me viram em torneios notam que eu geralmente estou com fones de ouvido porque eles ajudam a aplacar minha ansiedade mental”, relatou Osaka, em um trecho de seu texto postado nas redes sociais.

“Embora a imprensa especializada em tênis tenha sempre sido carinhosa comigo (e eu quero me desculpar sobretudo com o jornalistas legais que eu possa ter magoado), eu não sou uma oradora natural e tenho enormes crises de ansiedade antes de falar com a imprensa. Eu fico realmente nervosa e acho realmente estressante me conectar e dar as melhores respostas que gostaria”, completou a tenista.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Osaka anunciou uma pausa na carreira, sem tempo estimado antes de retornar às quadras. Além de Lewis Hamilton, a tenista também recebeu apoio de nomes como Serena Williams, rival no US Open de 2018, e Stephen Curry, jogador do Golden State Warriors, na NBA.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar