Longe da F1, Button perde classificação para Mundial de Ironman por excesso de velocidade

Mesmo durante sua carreira na F1, Jenson Button sempre se dedicou ao triatlo. Agora, longe do grid, o campeão mundial de 2009 tem no esporte a sua grande motivação. Mas o britânico perdeu a chance de ir ao Mundial de Ironman por conta de uma situação inusitada: excesso de velocidade durante uma prova de ciclismo em uma classificatória na Califórnia

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Amante do triatlo, Jenson Button dedica sua vida esportiva à modalidade praticamente de forma integral desde que deixou de fazer parte da F1, no fim do ano passado. Mas a velocidade não sai das suas veias mesmo longe do grid da categoria que o consagrou como campeão mundial em 2009. A mesma velocidade que o colocou no topo do mundo acabou por traí-lo na busca por uma vaga no Mundial de Ironman, que será disputado no Tennessee, Estados Unidos, marcado para 9 de setembro.

 
Button, que tem sua própria equipe de triatlo, a Team Ichiban, disputou uma prova classificatória para o Mundial na categoria 70.3 no último fim de semana em Oceanside, na Califórnia. O britânico, hoje com 37 anos, competiu na classe que compreende competidores entre 35 e 39 anos e terminou em terceiro lugar. 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

 
Entretanto, Button foi punido por excesso de velocidade justamente em um trecho de velocidade restrita durante a prova de ciclismo, uma das modalidades do triatlo, além de natação e corrida. A redução de velocidade em determinados trechos de ciclismo é adotada por diversos motivos, entre eles o de segurança.
 
Desta forma, os tempos de Jenson foram anulados e, consequentemente, sua classificação para o Mundial de Ironman no Tennessee fica adiada. O britânico terá de disputar outra prova classificatória para conseguir uma vaga para o Mundial.
 
Na F1, Button teve uma carreira de muito sucesso. O piloto disputou o Mundial entre 2000 e 2016 e correu por Williams, Benetton, Renault, BAR, Honda, Brawn, em 2009 — ano do seu único título mundial —, e a McLaren, onde encerrou sua trajetória na categoria. Foram 15 vitórias, oito poles, oito voltas mais rápidas e 50 pódios em 305 GPs disputados.
 
Entre as curiosidades da carreira de Button, Rubens Barrichello aparece como o piloto que foi seu companheiro de equipe por mais tempo, entre 2006 e 2009, por exatos 70 GPs.

O GP da China, o segundo do campeonato, acontece neste fim de semana, e o GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades em Xangai AO VIVO e em TEMPO REAL.


 PRÓXIMAS NOTÍCIAS >> 
 
PADDOCK GP #72 TRAZ ÁTILA ABREU E DISCUTE ETAPAS DA STOCK CAR, F1, INDY E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube