Longe dos líderes, Massa se preocupa com definição do grid em Silverstone e pede foco nos pneus novos

Felipe Massa definiu a sexta-feira (3) de treinos livres em Silverstone como difícil e apontou dificuldades com o acerto do FW37 com pouco combustível e pneus novos. Agora, segundo o piloto, o objetivo é alcançar um melhor rendimento na classificação

Felipe Massa fez uma avaliação da sexta-feira (3) de treinos livres em Silverstone e afirmou que o dia foi difícil para a Williams. A equipe inglesa lutou para encontrar o melhor acerto com os pneus novos e pouco combustível, uma vez que o carro se comportou bem com mais peso. O brasileiro obteve sua melhor volta na sessão da tarde, quando virou 1min36s148, o que lhe valeu a décima colocação da tabela de tempos, 1s9 mais lento, entretanto, que o líder do dia, Nico Rosberg.

"Não foi um dia fácil hoje, porque tivemos dificuldades para encontrar o melhor acerto, especialmente quando andamos com pouco combustível e pneus novos", disse Felipe após a segunda sessão no circuito inglês, que recebe neste fim de semana a nona etapa da temporada 2015 da F1.

Felipe Massa durante a segunda sessão de treinos livres em Silverstone nesta sexta-feira (Foto: AP)

"Com alta carga de combustível, o carro se comportou bem, estava realmente bom, consistente e como nós esperávamos", completou o piloto.

"O trabalho mais importante que precisamos fazer agora é nos concentrar nos novos pneus para a classificação, principalmente porque o nosso ritmo de corrida não está tão longo do que queremos", acrescentou.

Neste sábado, os pilotos voltam à pista para mais um treino livre, às 6h (de Brasília), e a classificação, que acontece um pouco mais tarde, às 9h. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube