Magnussen minimiza rumores sobre Indy e afirma que prioridade é seguir na Renault em 2017

Novamente na ‘corda bamba’ na F1, Kevin Magnussen disse que tem como objetivo continuar na Renault em 2017 e deixou claro que, embora seja um grande fã da Indy, afirmou que uma possível ida para a Andretti, ventilada pela imprensa norte-americana, é apenas um rumor e nada mais

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Dois anos depois de viver um período de indefinição que acabou culminando com sua dispensa da McLaren, Kevin Magnussen volta a estar na corda bamba na F1. O dinamarquês tem futuro incerto para 2017 depois de voltar ao grid do Mundial neste ano como titular da Renault. A ousada contratação de Nico Hülkenberg por parte do time de Enstone soou como um alerta para o dinamarquês, que lamentou não ter habilidade no jogo político da F1. Contudo, via Twitter, o piloto assegurou que tem o desejo de seguir na escuderia francesa na próxima temporada.
 
Kevin também falou sobre a ventilada possibilidade de repetir Alexander Rossi e cruzar o Atlântico para ser piloto da Andretti na Indy no ano que vem. Apesar de se declarar um grande fã da categoria norte-americana, Magnussen afirmou que não há nada além de boatos. 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Magnussen tem seu futuro indefinido na F1. Mais uma vez (Foto: Beto Issa)
“Vendo os rumores sobre mim e a Indy. Sou um grande fã da Indy, mas são só rumores. Não há nada”, assegurou o piloto por meio de sua conta no Twitter.
 
O foco de Magnussen continua na F1 e, mais precisamente, na Renault. “Eu sinto confiante de que meu futuro está na F1 e não deveria haver dúvidas de que vou ficar com a Renault por muitos anos se eu puder”, escreveu.
 
Magnussen, no ano passado, chegou a flertar também com o Mundial de Endurance, testando o protótipo da Porsche no Bahrein, mas seu nome voltou à baila na F1 com a venda da Lotus à Renault. A escuderia francesa decidiu dispensar Pastor Maldonado e chamou Kevin para o seu lugar. O dinamarquês conquistou sete pontos neste seu retorno à F1 em 2016.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O piloto apenas lamenta não poder anunciar nada ainda para 2017. “Lamentavelmente, não tenho nada para anunciar sobre o meu futuro, mas tomara que tenha em breve. Estou começando a ficar impaciente”, concluiu o piloto.

 
Kevin é apenas um dos pilotos no radar da Renault para 2017. Entre os nomes sugeridos pela imprensa europeia, o dinamarquês aparece ao lado de Esteban Ocon, Valtteri Bottas e até mesmo o brasileiro Felipe Nasr, que hoje corre pela Sauber.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube