Massa conversa com Renault e abre caminho para briga entre Kvyat e Button por vaga na Williams, diz site

Felipe Massa e a Renault estão começando a conversar sobre um acordo para 2017. A possibilidade deixa a Williams atenta: os ingleses já veem Daniil Kvyat e Jenson Button – ambos sem muito futuro em suas atuais equipes – como possíveis substitutos. A informação é do site ‘Motorsport.com’

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A dança das cadeiras da F1 já começou a pegar fogo – e, dessa vez, parece estar centrada na Williams. A equipe inglesa é um coringa, já que os contratos de Felipe Massa e Valtteri Bottas se encerram ao fim de 2016. Com o vínculo perto do fim, Massa já começa a considerar uma mudança para a Renault em 2017. Sem perder tempo, a escuderia fundada por Frank Williams vê Daniil Kvyat e Jenson Button como principais alternativas caso o brasileiro opte por abandonar Grove. A informação é do site ‘Motorsport.com’.

 
A mudança para a Williams encaixaria como uma luva tanto para Kvyat quanto para Button. O russo parece estar em um beco sem saída dentro da linha de sucessão da Red Bull após a ida para a Toro Rosso, mudança que levanta grande duvidas sobre sua permanência na F1.
Felipe Massa pode começar uma série de mudanças no grid da F1 (Foto: Getty Images)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Para Button, a situação é semelhante. A McLaren sente alguma urgência para dar a titularidade ao promissor Stoffel Vandoorne, uma forma de impedir propostas de outras escuderias pelo belga. Assim sendo, Jenson ficaria sem espaço na equipe que defende desde 2010. A solução seria o retorno para a esquadra que o contratou em 2000, a Williams.
 
A permanência de Bottas na Williams também não é certa, mas parece mais provável. O contrato do finlandês também está perto do fim, mas o interesse de equipes como a Ferrari já não existe mais. Sem ter muito para onde ir, a renovação é o caminho lógico. Recentemente a equipe de Grove já tinha sinalizado que a intenção era justamente manter os dois.
 
Além da vaga na Williams, a Ferrari é outra equipe que pode mexer com a organização dos pilotos para 2017. O contrato de Kimi Räikkönen está perto do fim e o campeão de 2007 já não agrada tanto a cúpula de Maranello.

GRANDE PRÊMIO nas 500 Milhas de Indianápolis

Tony Kanaan registrou o melhor tempo no Carb Day, o último treino antes da edição #100 da Indy 500. O piloto da Ganassi foi o único a andar abaixo dos 40s no Speedway. Helio Castroneves terminou na décima posição.

Acompanhe tudo das 500 Milhas aqui. E assista à entrevista em vídeo com Kanaan que o GRANDE PRÊMIO fez na página do Facebook.

PADDOCK GP #30 DEBATE INDY, F-E E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube