Massa fala em “excelente” volta no Q3 para colocar Williams na sétima posição do grid do GP do Canadá

Felipe Massa colocou a Williams na sétima colocação do grid de largada do GP do Canadá. O brasileiro classificação o giro de 1min12s858 – feito na fase final da classificação – como “excelente”

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Depois de uma sexta-feira complicada em Montreal, Felipe Massa colocou a Williams em uma posição mais forte no grid de largada do GP do Canadá. O brasileiro apresentou um bom desempenho com os pneus ultramacios e foi à fase final da classificação, garantindo a sétima colocação, com a marca de 1min12s858 – 1s3 mais lenta que a pole conquistada por Lewis Hamilton nesta tarde de sábado (10).

 
Massa, na verdade, pôs a equipe inglesa atrás apenas das três principais equipes do grid – Mercedes, Ferrari e Red Bull – e classificou o giro como "excelente". 
 
"Na classificação, a gente sempre tenta o melhor e acho que conseguiu fazer uma excelente volta", disse o piloto logo após o treino decisivo em entrevista ao canal pago 'SporTV'.

"Foi uma grande classificação para mim", reiterou. "Eu estou muito feliz com que fizemos neste fim de semana e fiquei realmente satisfeito com a minha volta. Estamos competitivos, mas a sétima posição era o máximo que poderíamos conseguir aqui", completou o brasileiro, acrescentando que confia no melhor ritmo de corrida para avançar no pelotão neste domingo.

"A corrida amanhã será difícil. Porém, estou contente com o nosso ritmo de corrida, especialmente depois das simulações de corrida de ontem. Estou ansioso  porque acho que temos um bom desempenho em ritmo de prova e creio que seremos capazes de brigar por bons pontos", emendou Felipe.

Felipe Massa conseguiu tirar um bom desempenho da sua Williams à tarde (Foto: Williams/F1)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Massa também dedicou palavras ao novato companheiro de equipe, Lance Stroll, que anda pela primeira vez diante de sua torcida. "É a primeira vez dele aqui. É uma pista difícil, não é um circuito fácil de aprender", contou.

"Mas eu tenho tentado ajudá-lo em tudo. A cada dia, ele tem melhorado um pouco mais, mas definitivamente ele precisa entender as coisas", completou.
 
Stroll vai estrear em sua GP caseiro saindo da 17ª posição do grid de largada.
A NOVA F1 SE APROXIMA MAIS DA INDY. E ÁUDIO EM MÔNACO É PROVA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube