Massa recebe proposta de R$ 21 milhões para voltar à Williams e agradar patrocinadora principal

Felipe Massa está próximo de ser o mais novo protagonista do famoso filme fictício 'A Volta dos que Não Foram'. Com a Williams já dando como certa a saída de Valtteri Bottas para a Mercedes, o time de Grove precisa de algum substituto experiente por motivos técnicos - pelas novas regras - e comerciais - porque a patrocinadora-máster Martini não pode usar imagem de pilotos com menos de 25 anos. Massa já tem a proposta sobre sua mesa

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Menos de um mês após o final da temporada 2016, Felipe Massa foi de aposentado a personagem principal na trama que envolve a escolha do substituto de Nico Rosberg na Mercedes. O brasileiro, que havia optado por deixar a F1 ao fim do campeonato deste ano, está perto de voltar atrás da decisão e compor o grid em 2017, ocupando a vaga do antigo companheiro de equipe, Valtteri Bottas, na Williams. Segundo apurou o GRANDE PRÊMIO, Massa tem nas mãos um contrato da Williams. E Bottas vai para a Mercedes.

 
Isso porque o finlandês foi o escolhido pela esquadra prateada para assumir o cobiçado cockpit deixado por Rosberg – que chocou o mundo do esporte ao abrir mão de defender o título conquistado em Abu Dhabi no mês passado e se desligar da F1 por completo. Durante alguns dias, a decisão da Mercedes ficou um tanto quanto nebulosa até surgir a notícia, dada pela rede de TV inglesa BBC, de que a montadora alemã, por meio do diretor-executivo Toto Wolff, havia oferecido um desconto em torno de € 10 milhões (cerca de R$ 35,7 milhões), o que representa aproximadamente 50% do total — em troca da liberação de Valtteri.
 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
A primeira oferta foi reportada como rejeitada pela Williams, mas a blitz da melhor equipe do grid em cima de Bottas se provou frutífera. A cúpula da Mercedes foi atrás da Williams de forma pesada para convencê-la a liberar o nórdico, que já teve a carreira empresariada por Wolff desde tempos anteriores ao de chefão em Stuttgart. Agora, embora a Mercedes tenha adiado a notícia até ao menos 3 de janeiro, segundo apurou o GP, a informação de que Bottas está fora já é dada como certa na Williams.

Felipe Massa nem foi, mas está perto de voltar (Foto: Nelson Almeida/AFP)
E, dessa forma, a equipe precisava ir ao mercado buscar um piloto experiente por uma série de razões. Uma delas, o patrocínio-máster da Martini. O GP apurou que a marca de bebida alcoólica não pode fazer propaganda com 'atores' abaixo dos 25 anos de idade, algo que é proibido pela legislação de vários países – inclusive no Reino Unido. Portanto ter Lance Stroll, 18, ao lado de outro novato significaria que a principal mecenas da equipe não poderia usar qualquer um dos dois pilotos para fins de publicidade e imagem.
 
A proposta que está na mesa de Felipe é de um contrato de € 6 milhões – cerca de R$ 21 milhões – pela temporada. E Massa está com a "cabeça fervendo", segundo apontou uma fonte do GP, mas tende a aceitar o convite. Massa está viajando com a família em férias, mas o período sabático tem tudo para ser tão curto quanto nos últimos anos. Ele deve voltar à F1 imediatamente após a saída marcada pela despedida no GP do Brasil.

GRANDE PRÊMIO MELHORES DO ANO 2016

A votação vai até o dia 22 de dezembro, e os vencedores serão anunciados em matérias especiais no GP. Participe da eleição dos Melhores do Ano.
 

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube