Verstappen se frustra com abandono e detalha “diferentes problemas” no Bahrein

Atual campeão mundial teve que abandonar corrida em Sakhir por problema na bomba de combustível, a três voltas do fim, quando a segunda colocação parecia garantida

FÓRMULA 1 AO VIVO 2022: TUDO SOBRE O GP DO BAHREIN DE F1 | Briefing

Depois de travar uma intensa disputa com Charles Leclerc e assumir a liderança do GP do Bahrein por breves momentos, neste domingo (20), Max Verstappen foi obrigado a abandonar a primeira corrida da temporada da Fórmula 1 no fim, com um suposto problema na bomba de combustível do RB18. O holandês não escondeu a frustração com o resultado obtido no circuito de Sakhir e, após a prova, fez sua análise do desempenho taurino.

“Foi difícil com os diferentes problemas que tivemos que lidar hoje”, começou o atual campeão mundial. “Isso não é o que você quer que aconteça. O ritmo não foi ótimo e o balanço do carro não estava tão bom quanto na sexta, por razões que precisamos entender. Temos muito o que analisar. Nesse nível de informação que temos, isso não deveria acontecer”, opinou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Durante 3 voltas, a disputa entre Charles Leclerc e Max Verstappen empolgou o público no GP do Bahrein (Vídeo: F1)

Além do problema derradeiro, após sua terceira parada nos boxes, na volta 43, Verstappen mostrou estar com muitas dificuldades para conduzir o carro dos energéticos – a falha parecia ser no volante. “Nós não entendemos completamente porque aconteceu”, iniciou a explicar o holandês.

“Ocorreu quando colocaram os pneus (no pit-stop) e eu dirigi. Não é que o volante ficou pesado, mas ficou praticamente impossível de virar. Nas curvas rápidas, parecia que eu estava com ‘delay’. Por isso que meu reinício foi mais lento”, justificou o ‘Super Max’.

LEIA TAMBÉM
Leclerc puxa 1-2 da Ferrari e vence GP do Bahrein. Red Bull tem dia de pesadelo

Verstappen travou ótimo duelo com Leclerc pela ponta (Foto: Red Bull/Twitter)

Por fim, Verstappen lamentou as ordens da Red Bull, que pediu para o holandês segurar o ritmo nas voltas de saída dos boxes, para preservar pneus – de acordo com o piloto, a situação poderia ter sido aproveitada para uma tentativa de ultrapassagem em Charles Leclerc.

“Poderia ter ficado à frente por duas vezes nas voltas de saída dos boxes. Hoje, não foi bom. Não pudemos mostrar o que realmente somos capazes por quaisquer razões. Há potencial, claro. Mas já perdemos muitos pontos em um fim de semana, e isso não é bom”, finalizou a lamentar.

FÓRMULA 1 2022: SAINZ E LECLERC COM CHANCES IGUAIS NA FERRARI. POR QUE É IMPORTANTE?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar