Verstappen aprova mudanças na sprint, mas questiona: “Precisamos inventar?”

Max Verstappen reconheceu a importância de mudar o formato do fim de semana com corrida sprint, mas ainda se colocou contra a realização das provas curtas na F1

Max Verstappen não é o maior apoiador do formato de corrida sprint na Fórmula 1, mas defendeu as mudanças adotadas pela categoria para a temporada de 2024. Porém, embora reconheça que a nova configuração pode proporcionar ainda mais disputa ao longo do fim de semana, o tricampeão segue contra as provas curtas e questionou se a principal categoria do esporte a motor precisa de elementos como esse para continuar atrativo para o público.

A F1 ouviu pilotos e equipes e decidiu inverter o cronograma dos finais de semana de sprint. Agora, na sexta-feira acontecem o TL1 e a classificação da sprint; no sábado, a corrida menor pela manhã e a classificação pela tarde, enquanto o domingo segue com a corrida principal.

A mudança veio na esteira da reclamação das equipes e pilotos, que criticavam a previsibilidade do evento por causa do parque fechado. Agora, no novo formato, os times podem adotar configurações diferentes na corrida curta e na prova principal. Verstappen foi mais um dos pilotos que aprovaram a mudança.

“Acho que o formato adotado é um pouco mais lógico. Não fico mais animado em vencer uma corrida sprint ou por brigar por algo nessa prova. Mas agora ficou um pouco mais lógico. Às vezes você ficava preso em uma configuração e sabia que seu fim de semana estava arruinado, você não podia mudar em nada. Mas agora isso mudou”, disse Verstappen.

O lançamento começou com uma celebração à história da Red Bull no esporte (Foto: Red Bull Content Pool)

Embora defenda a mudança, Verstappen segue cético quanto à realização das corridas sprint. Afinal, na visão do neerlandês, a Fórmula 1 possui um bom produto em mãos e não precisa recorrer à outros métodos para atrair o público.

“Mas por que precisamos tentar inventar algo? Acho que nosso produto funciona, se você garante que os carros são competitivos e que as regras são as mesmas por muito tempo, por que estamos sempre inventando coisas novas? Parece uma loucura ter de inventar algo novo. Se você tem uma boa corrida em mãos com os carros próximos uns dos outros, então você não precisa de um formato sprint”, finalizou Verstappen.

A Fórmula retorna às pistas de 21 a 23 de fevereiro, com os testes coletivos de pré-temporada no Bahrein, no circuito de Sakhir.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.