Verstappen supera Leclerc e lidera único treino livre do GP do Azerbaijão de F1

No que terminou um duelo apertado, Max Verstappen foi um pouco mais rápido que Charles Leclerc nas ruas da capital do Azerbaijão, Baku

HAMILTON VAI SER CR7 DA F1? + TUDO DO ‘NOVO’ GP DO AZERBAIJÃO | WGP

O fim de semana de estreia do novo formato da corrida sprint e de uma realidade em que há apenas um treino livre para praticar as necessidades de classificação e corrida — nesse caso do GP do Azerbaijão, duas de ambas —, começou num treino livre um tanto quanto conturbado na manhã desta sexta-feira (28). Dos 60 minutos, apenas 47 foram com pista liberada. No tempo que restou, Max Verstappen colocou a Red Bull na frente e liderou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Relacionadas


O líder da F1 2023 foi mais rápido na pista de rua localizada na parte histórica de Baku, capital azeri, superando Charles Leclerc e o companheiro de equipe Sergio Pérez nos instantes finais. A Red Bull não sobrou tanto quanto em outras partes do mundo.

No fim das contas, apenas 0s037 — 37 milésimos de segundo! — separaram Verstappen e Leclerc, com Pérez apenas 0s139 atrás do companheiro.

Atrás do trio por 0s5, Carlos Sainz colocou a outra Ferrari na quarta colocação. Lando Norris, Nyck de Vries, Lance Stroll, Fernando Alonso, Alexander Albon e Guanyu Zhou fecharam o top-10.

Se o que se esperava era muito tempo de pista para todo mundo, com a necessidade absoluta de quilometragem, um incidente bagunçou tudo. Após 15 minutos de sessão, o carro de Pierre Gasly começou a soltar fumaça na traseira. O fogo veio em seguida, obrigando o francês a parar a Alpine na pista e sair do cockpit, causando bandeira vermelha. E 13 minutos de paralisação.

Além de Gasly, vários outros pilotos tiveram algum tipo de problema no único treino: Esteban Ocon também teve de sair do carro antes da hora na Alpine; Alonso foi chamado aos boxes na Aston Martin por uma dificuldade com o DRS; Lewis Hamilton e George Russell sofreram com os freios na Mercedes; Kevin Magnussen abandonou a Haas na área de escape da curva um e voltou a pé para os boxes na Haas. Questões a serem resolvidas antes da classificação de logo mais.

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades do GP do Azerbaijão de Fórmula 1. Logo mais, a classificação está marcada para as 10h (de Brasília, GMT-3). No sábado, a classificação curta começa às 5h30, com a corrida sprint também às 10h. No domingo, a largada está marcada para as 8h.

Max Verstappen abriu o fim de semana na frente (Foto: Red Bull Content Pool)

Confira como foi o treino livre:

O sol começava a abrir após manhã bastante nublada na Cidade dos Ventos, mas as temperaturas ainda eram baixas, pouco acima dos 20°C e com o claro desafio de aquecer pneus. O fim de semana já chegara com uma parcela importante de dificuldades, por conta da estreia do novo formato da corrida sprint, e ainda tinha isso.

Como era de se esperar por se tratar do único treino livre do fim de semana, a luz verde do pit-lane permitiu que uma fila de carros saísse de uma vez para começar a preparar os ajustes para a classificação de logo mais. Com a exceção de Nyck de Vries, ninguém escolhia abrir os dias de pneus macios.

É importante destacar que a Pirelli lançou mão da gama mais macia de pneus para o fim de semana: C3, C4 e C5. Desta maneira, os C5, pneus mais macios do ano, faziam a primeira aparição em 2023.

Sergio Pérez apontava a Red Bull na dianteira nos primeiros minutos, enquanto o restante do mundo real sentia as primeiras dificuldades. Lewis Hamilton, por exemplo, avisou para a Mercedes que os freios não estavam funcionando direito — e George Russell diria o mesmo em seguida. Nunca ideal para quem anda com carros velozes em pistas estreitas. Carlos Sainz relava o muro da curva cinco com a Ferrari, mas nada tão sério.

A posição frontal começava a mudar de mãos. Fernando Alonso, Lando Norris e Charles Leclerc pintaram na dianteira nos minutos seguintes, enquanto Yuki Tsunoda se arrastava pela pista com a AlphaTauri com um furo no pneu. O motivo? Um toque no muro ao cruzar a curva três.

Gasly abandona TL1 de Baku após Alpine pegar fogo (Vídeo: Sky Sports)

Mas o primeiro problema realmente grave do fim de semana, com a maioria das equipes operando de pneus médios enquanto a Ferrari, McLaren e Haas se fixavam mesmo nos duros, viria depois. Com 15 minutos de treino, bandeira amarela inicialmente localizada no setor inicial do traçado. A razão era Pierre Gasly, com a traseira do carro cheia de fumaça. Como tinha acabado de abrir volta, tinha de dar um giro completo para tentar voltar aos boxes.

Instantes depois, bandeira vermelha e o fogo começava a aparecer no carro. A tentativa de levar o bólido de volta foi interrompida: era melhor parar e sair, abrindo espaço para os fiscais com extintores de incêndio. Na realidade, tiveram alguma dificuldade para apagar o fogo completamente, após Gasly deixar o cockpit logo. O carro da Alpine ficou todo branco. A equipe, em seguida, culpou uma um problema de perda de pressão hidráulica.

Ao mesmo tempo que o treino parava por Gasly, Kevin Magnussen também passava direto e parava o carro na área de escape da curva um. Parou, saiu e foi embora a pé, embora não tenha ficado claro o que aconteceu.

A bandeira vermelha era um problema grave num fim de semana como esse, de apenas um treino, até porque o relógio não parou. Foram 13 minutos sem atividades de pista até que a bandeira verde apareceu de novo. Desta feita, que se diga, Max Verstappen era quem liderava com o tempo de 1min43s834.

Nos minutos seguintes, não havia tempo para grandes emoções na atividade: as equipes e pilotos tinham de somar quilometragem loucamente. Só que o dia da Alpine era complicado, e Esteban Ocon aparecia fora do carro, na garagem. A Aston Martin logo avisou a Alonso que havia algum problema com o carro e era melhor levar de volta para os boxes. Lance Stroll também aparecera pouco antes, mas reclamando de ser bloqueado por Guanyu Zhou.

Com menos de 20 minutos pela frente na atividade, Verstappen tinha vantagem de 0s219 exatamente para Stroll. Pérez, Sainz, De Vries, Leclerc, Alonso, Russell, Hamilton e Alexander Albon formavam o top-10.

Para os últimos dez minutos, hora de colocar os pneus macios e partir para a simulação de classificação. Quando isso aconteceu, Verstappen foi para 1min43s042. Mas Pérez andou bem melhor e assumiu a dianteira ao colocar 1min42s651 na tabela. Albon surgiu em terceiro, com Hamilton, ainda de pneus médios, em quarto. Stroll e De Vries vinham na sequência.

Verstappen fez mais uma volta e novamente terminou atrás do companheiro, mas mais gente passou a melhorar. Com cerca de um minuto para o fim, Leclerc, que acabara de rodar sozinho com a Ferrari, tomou a dianteira. O top-10 mudava de maneira insana, mas foi Verstappen mesmo, quase junto da bandeira quadriculada, quem riu por último ao anotar 1min42s315 e ser mais veloz que Charles.

Há que se destacar que o problema de Alonso era na asa móvel, foi resolvido e permitiu que voltasse para a pista. A Aston Martin sequer tentou dar voltas rápidas com os pneus macios: posicionado Stroll e Fernando nas posições sete e oito, respectivamente, como os dois únicos do top-10 sem os pneus mais rápidos. E Stroll fez o tempo com pneus duros! Enquanto isso, a Mercedes não fez uma busca final por voltas lançadas e ficou fora dos dez primeiros, também sem usar os macios. Logan Sargeant ainda foi o último felizardo do dia a rodar sozinho e triscar o muro, ainda que sem gravidade.

F1 2023, GP do Azerbaijão, Baku, Treino Livre:

1M VERSTAPPENRed Bull Honda1:42.315 22
2C LECLERCFerrari1:42.352+0.03721
3S PÉREZRed Bull Honda1:42.454+0.13922
4C SAINZFerrari1:42.899+0.58423
5L NORRISMcLaren Mercedes1:43.125+0.81022
6N DE VRIESAlphaTauri Honda1:43.414+1.09924
7L STROLLAston Martin Mercedes1:43.455+1.14023
8F ALONSOAston Martin Mercedes1:43.560+1.24520
9A ALBONWilliams Mercedes1:43.628+1.31325
10G ZHOUAlfa Romeo Ferrari1:43.748+1.43323
11L HAMILTONMercedes1:43.798+1.48321
12O PIASTRIMcLaren Mercedes1:43.980+1.66523
13V BOTTASAlfa Romeo Ferrari1:44.010+1.69523
14Y TSUNODAAlphaTauri Honda1:44.137+1.82218
15N HÜLKENBERGHaas Ferrari1:44.323+2.00821
16L SARGEANTWilliams Mercedes1:44.900+2.58516
17G RUSSELLMercedes1:45.082+2.76720
18E OCONAlpine1:45.955+3.6408
19P GASLYAlpine1:46.321+4.0067
20K MAGNUSSENHaas Ferrari1:47.498+5.1838
NOVO FORMATO: F1 2023 MUDA CORRIDA SPRINT. SAIBA DETALHES
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.