Verstappen reclama de vento na França e espera briga “equilibrada e nada fácil”

Max Verstappen viu evolução da Red Bull ao longo do dia em Paul Ricard e espera uma batalha equilibrada com Lewis Hamilton e Valtteri Bottas pela pole-position

Romain Grosjean rodou e atacou de bombeiro em Detroit (Vídeo: Indycar)

Líder do Mundial, Max Verstappen foi o mais rápido da sexta-feira (18) de treinos livres para o GP da França. O holandês da Red Bull superou Valtteri Bottas, da Mercedes, por apenas 0s008 para colocar o carro #33 no topo da tabela ao fim do dia em Paul Ricard.

Na primeira sessão do dia, Verstappen acabou superado pelas Mercedes de Lewis Hamilton e Bottas, mas teve melhor ritmo na segunda atividade do dia. O holandês destacou as dificuldades que Paul Ricard traz, especialmente pelos fortes ventos nesta sexta-feira.

“Eu acho que melhoramos bem durante a sessão. É claro que o TL1 não foi inteiramente bom e o TL2 não foi incrível, mas com o segundo jogo de pneus, o carro estava bem melhor. Ainda é difícil porque a pista é bem aberta, está ventando muito. Não é fácil acertar uma volta, acho que no fim é uma boa forma de encerrar o dia, seremos competitivos amanhã”, declarou Verstappen em entrevista após o treino livre 2.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Max Verstappen liderou a sexta-feira na França (Foto: Christophe Simon/AFP)

“É estranho. Em uma volta você sente que está tudo bem, mas na próxima volta o vento aumenta. Não será muito fácil lidar com as curvas de média velocidade, mas no fim, todos tem de lidar com ele. E vamos tentar uma solução, mas não está fácil com as temperaturas também”, seguiu.

Para o sábado, Verstappen espera uma disputa equilibrada com a Mercedes, que com Lewis Hamilton, anotou as duas poles mais recentes em Paul Ricard, além das vitórias em 2018 e 2019.

“Difícil dizer, mas o dia foi bom. A gente nunca sabe o que vão encontrar durante a noite, mas hoje foi bem decente, e com certeza espero que seja bem equilibrado e nada fácil”, completou.

Sergio Pérez teve um desempenho diferente e piorado em comparação ao companheiro de Red Bull. O mexicano, vencedor do GP do Azerbaijão, reclamou do tráfego e fechou a sexta-feira apenas no 12º lugar.

“Acho que tive um dia bem ruim. Peguei tráfego em alguns momentos, mexemos no carro e acho que a gente pegou a direção errada nas mudanças. Não acho que somos tão lentos quanto parecemos agora. Max teve um bom dia e um ritmo forte, vamos ver o que dá para tirar de lá. Tomara que a gente ache um pouco de ritmo durante a noite e se coloque no páreo. É uma pista diferente de Baku, mas sei que estou melhorando e ganhando confiança no carro”, concluiu.

Os pilotos voltam a acelerar neste sábado em Paul Ricard. O treino livre 3 está marcado para 7h (de Brasília), enquanto a classificação que vai definir o grid de largada acontece às 10h. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todas as atividades de pista do GP da França de Fórmula 1Siga tudo aqui.

GP às 10: Alpine mantém Ocon: Russell garantido na Mercedes na F1?

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar