McLaren admite dificuldades de Ricciardo com novos pneus: “Norris lidou melhor”

Andrea Stella, chefe da McLaren, afirmou que a equipe sofreu com o comportamento dos pneus novos em 2022, especificamente com Daniel Ricciardo

A mudança de regulamento da Fórmula 1 em 2022 trouxe grandes mudanças. A principal foi o pacote aerodinâmico, com a volta do efeito-solo para gerar downforce e tentar facilitar ultrapassagens, mas a adoção dos pneus de aro 18 também teve um grande efeito. Andrea Stella, novo chefe da McLaren, afirmou que o time britânico sofreu para lidar com o comportamento dos novos pneus e atenuar sue desgaste.

“Desde a sua introdução, eles deram um comportamento relativamente preciso quando o carro está em linha reta, porque os pneus dianteiros são muito potentes. Mas, quanto mais você aumenta a cambagem nos pneus dianteiros, mais eles se deterioram e, em algum momento, eles se deterioram rapidamente. Isso é igual para todos. Acho que, mesmo quando você vê os relatórios da Pirelli, que falam sobre o acerto para todos, eles normalmente se assemelham ao mesmo acerto que é comentado por nossos pilotos”, afirmou Stella.

Relacionadas


“Além dos pneus, você adiciona as características do carro que meio que atenuam o comportamento fundamental dos pneus. E, dependendo do quão forte é esse elemento de atenuação do carro, mais você pode explorar a aderência disponível. Acho que, definitivamente, há alguns aspectos do nosso carro que não atenuam bem esse comportamento dos pneus. Mas, no final das contas, acho que é igual para todos”, explicou o dirigente italiano.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Daniel Ricciardo ficou sem vaga na Fórmula 1 em 2023 (Foto: McLaren)

A McLaren acabou perdendo a disputa pela quarta colocação no Mundial de Construtores para a Alpine, muito por conta do desempenho ruim de Daniel Ricciardo. Tanto que o australiano acabou sendo substituído por Oscar Piastri para 2023. Stella revelou que Ricciardo sofreu mais para se adaptar aos pneus, enquanto Lando Norris conseguiu lidar melhor com a mudança.

“Também tem a questão dos pilotos, eles desempenham um papel na adaptação a isso. E vimos nestes dois anos que certamente para Daniel, a janela em que ele se sente confortável é um pouco menor do que a de Lando. Portanto, essas características que descrevi antes afetaram seu desempenho”, relatou Andrea.

“Quando elas não aparecem muito, acho que Daniel vai realmente bem, do ponto de vista de desempenho. Agora, quando essas características são pronunciadas, seja o motivo, então acho que isso afeta seu desempenho. E o que vimos é que Lando é um pouco mais capaz de lidar com isso. Portanto, o elemento fundamental são os pneus, as características do carro o atenuam e então você tem os pilotos, que desempenham um papel adicional”, concluiu o chefe da McLaren.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.