McLaren decide usar componentes próprios para auxiliar sistema MGU-K da Honda, diz site inglês

A McLaren optou por rever o sistema MGU-K (antigamente chamado de Kers) da Honda e usar peças próprias na tentativa de ajudar a fabricante japonesa. O componente apresentou problemas nos testes da semana passada e prejudicou o trabalho do time britânico

A McLaren decidiu rever o sistema MGU-K (antigamente chamado de Kers) da Honda e vai usar os próprios componentes para a bateria final de testes da pré-temporada da F1 nesta semana, na pista de Barcelona, na Espanha. A informação veio em matéria do site da revista inglesa 'Autosport'.

Na sessão da semana passada, o recurso da montadora japonesa apresentou falhas e prejudicou os trabalhos da equipe. Na verdade, um defeito na vedação do MGU-K comprometeu os quatro dias de treinos da McLaren. E a falha exige a troca de toda a unidade de força.

Por conta do contratempo, o diretor de corridas da McLaren, Éric Boullier, disse que a equipe inglesa já estava "50% atrás" no desenvolvimento de seu MP4-30, em meio à fase intermediária dos treinos preparatórios para o Mundial que começa em março.

Fernando Alonso (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

A Honda chegou a produzir um selo redesenhado a partir de uma base, na fábrica em Milton Keynes, na Inglaterra, com objetivo de entregar à McLaren no terceiro dia de atividades, mas isso também não deu certo. A equipe de Woking, então, optou por usar o antigo MGU-K, para que Fernando Alonso pudesse ganhar quilometragem com o novo carro, mas o espanhol acabou batendo e abreviou os trabalhos em Barcelona.

O problema com a vedação foi uma dificuldade fundamental que afetou outros fabricantes também, quando dos primeiros testes com o motor turbo V6 híbrido. E, ainda segundo a publicação inglesa, não há uma solução rápida para esse dano.

Agora, a McLaren pretende utilizar a experiência que adquiriu com o desenvolvimento de seu próprio Kers, o sistema de recuperação de energia cinético, que foi implantado na F1 em 2009, para auxiliar a fabricante japonesa. Essa é uma solução a curto prazo, apenas até que a Honda consiga solucionar o contratempo que enfrenta.

De acordo ainda com a 'Autosport', a esquadra de Ron Dennis vai voltar a usar o sistema da Honda no MP4-30 na parte final dos testes, mas com o componente vedado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube