McLaren defende limite em salário de pilotos “para tornar equipes mais sustentáveis”

Preocupado com os custos galopantes da Fórmula 1, Zak Brown, CEO da McLaren, entende que a categoria vai estender o teto orçamentário ao salário dos pilotos nos próximos anos, restringindo gastos consideráveis

Diretor-executivo da McLaren, Zak Brown espera que o teto salarial seja introduzido na Fórmula 1 também como uma alternativa para controlar os altos custos e gastos que a categoria propõe aos times. Em 2021, um limite de orçamento na casa dos US$ 145 milhões (ou R$ 785 milhões) foi estipulado.

Porém, o teto não atinge o salário dos pilotos. Segundo a publicação francesa Business Book GP, o atual campeão mundial Lewis Hamilton recebeu cerca de £ 47 milhões (cerca de R$ 345 milhões) da Mercedes na temporada 2020.

“Acho que todos os chefes são a favor da introdução do teto salarial aos pilotos, e acho que vão introduzir nos próximos anos”, disse o chefão da McLaren em entrevista ao site alemão Motorsport-Total.

Norris ajudou a McLaren na conquista do posto de terceira força. (Foto: McLaren)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“A Fórmula 1 precisa mudar o perfil financeiro para tornar as equipes mais sustentáveis. É isso que precisamos fazer agora, cortar despesas, mas ter a flexibilidade de como gastar dinheiro”, completou.

Zak também alertou para que o dinheiro poupado no salário dos pilotos não seja necessariamente gasto com o elenco técnico das equipes, e utilizou Helmut Marko como exemplo. O austríaco é consultor da Red Bull, mas também fornece serviços para a AlphaTauri e analisa o famoso programa de jovens pilotos da marca de energéticos.

“Isso foi discutido também, e acho que os times concordaram que as três principais equipes precisam ser incluídas. Eu passo a maior parte do meu trabalho no lado comercial, que não é parte do teto orçamentário. Passo tempo na Indy, olhando para outras categorias, e outros funcionários técnicos que não passam tempo só na F1. Marko olha o programa de jovens pilotos e a AlphaTauri, ele se encaixa?”, completou.

Para 2021, a McLaren mantém o jovem Lando Norris para a terceira temporada consecutiva. Com a saída de Carlos Sainz para a Ferrari, o australiano Daniel Ricciardo, vencedor de 7 corridas na F1, foi contratado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube